ALUNO MENOR SOFRE MAUS TRATOS EM ESCOLA MUNICIPAL DE BELÉM


Sinceramente. eu nem sei por onde começar este post. tamanha incredulidade o assunto gerou em mim, mas o caso é mesmo verdade.
Uma criança, do sexo masculino, de aproximadamente 7 anos de idade, foi amarrada pés e mãos, por sua professora , e depois sofreu açoites dos alunos da classe em que estuda.
Simulação da paixão de Cristo? Teatro? Não! O caso aconteceu na escola Francisca Leite Braga, no município de Belém- PB, e pessoas que têm medo de se identificar dizem que a criança simplesmente era vítima da falta de simpatia por parte da professora. Inclusive, antes deste episódio houve também a simulação de um enterro, realizado por esta mesma professora. Uma criança deitada, enquanto seus amigos a cobriam com flores. Filme de terror,?
É o Bullying pelo avesso no município de Belém? Brincadeiras de mau gosto que fazem danos inesquecíveis à personalidade de uma criança.
Segundo algumas pessoas que sabem do assunto, as tentativas de ABAFAR O CASO ,geraram revolta em uma pessoa que atua na educação, uma pessoa sensível e sensata que exigiu medidas cabíveis e urgentes, e só então foram tomadas as providências de se comunicar o caso ao prefeito, e ele de imediato resolveu afastar a professora. Parabéns ,prefeito! Aqui não tem esse negocinho de só descer a língua, não. O senhor leva 10 pela atitude.
O caso foi parar no Conselho Tutelar do Menor e do Adolescente e, a conselheira Nenem falou-me que realmente o caso é verídico, e vai ser levado ao conhecimento da promotoria Pública.
A secretária da educação, Luciana Cardoso, é uma pessoa de muita competência., formada em letras, professora universitária, preparadissíma! Vitória, a diretora da escola onde aconteceu o caso, é do mundo do diálogo, muito centrada na prestação da educação. Ambas são minhas amigas pessoais, mulheres que eu admiro, que conheço de perto vossas intenções de bom trabalho, mas amigas. Amigas, por favor...Isto eu não poderia deixar passar em branco,? Estamos falando de Direitos Humanos, dignidade, educação...Nada de ABAFA O CASO, cada um que responda por suas atitudes.
E salve Nenem no conselho tutelar...Foi por isto que eu abracei e disse Sim à candidatura dela!
O Blog Olho de Mulher vai acompanhar a evolução deste caso, e vai postar aqui as soluções.

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

3 comentários:

  1. Boa Noite Edilene!
    Lendo o texto postado em seu blog sob o titulo “Aluno sofre maus tratos em escola municipal de Belém”, faz necessários esclarecimentos referente ao assunto que de forma equivocada foi postado por você, creio que não por sua culpa, mas por exagero por parte de quem lhe informou, esclarecimentos se fazem necessários com o intuito de que a fidelidade dos fatos se restabeleça.
    Antes preciso informar que embora a escola seja dirigida por minha esposa os esclarecimentos aqui prestado são feitos não pelo marido, mas, pelo porta-voz da administração na qualidade de Secretario de Comunicação e como conhecedor privilegiado do fato, da forma como o fato aconteceu.
    Reafirmamos e reconhecemos que a conduta adotada pela professora no caso relacionado é indigna da função que a mesma exerce, embora a atitude da mesma não tenha sido por maldade e sim por inexperiência (cedeu a um pedido do aluno), mesmo assim não justifica a ação. A direção da escola, a Secretaria de Educação e a Administração Publica Municipal são dotados de consciência da responsabilidade que deve ter um professor em sala de aula e por isso mesmo que ao contrario do que você destaca em seu blog que não houve “operação abafa”. No ato do acontecimento a direção da escola informou o acontecido a Secretária de Educação que de imediato informou ao prefeito que por sua vez determinou o afastamento da professora de sala de aula, e no dia seguinte a professora já estava afastada da sua função e fora da escola.
    A providencia adotada pela escola foi provido de ética, uma que vez que procurou manter o assunto sobre as hostes administrava para preservar a criança, ética essa que pela forma descrita por você deve ter faltado ao funcionário da escola que se diz “indignado” e a membros do conselho tutelar, que tem o dever legal de manter sob sigilos os casos acompanhados pelo mesmo. Acho inclusive que o Ministério Publico deverá ser informado que conselheiros tutelar estão vazando ao publico casos privativos a instituição, parabenizo o seu blog uma vez que o seu post servirá de provas na solicitação de providencia por parte do MP para coibir que conselheiros tutelares se comportem dessa forma.
    Amiga Edilene, reafirmamos o compromisso desta administração com a transparência e com a boa prática administrativa em todas as áreas da administração. Tenho pessoalmente por você um grande respeito e também sou leitor do seu blog, como sou de tantos outros e vejo em você uma blogueira democrática, tenho certeza que você dará a esse esclarecimento o mesmo espaço que deu a noticia.

    Marcelo Matias
    Secretário de Comunicação Institucional da Prefeitura de Belém

    ResponderExcluir
  2. Edilene, você é uma pessoa inteligente e já foi professora, essa época já não se acredita mais em bicho papão. Sempre leio o seu blog e tem assuntos super interessantes e sobre o caso do menino do Francisca, o caso ficou sem lógica se fosse um dramatização sobre a crucificação de Jesus, como querem que pareça não foi fora do tempo? Não seria melhor uma boa explicação como uma dramatização sobre a "ABOLIÇÃO!" Mas defender os mais fracos da trabalho!

    ResponderExcluir
  3. Olá, me tornei uma grande admiradora de seu blog, pois tem muitas reportagens inteligentes. Sou advogada e, buscando fundamentar um dos processos por danos morais que estou movendo, me deparei com seu blog. Cara amiga, se possível, gostaria que você me fornecesse o n° desse processo para que eu possa acrescentar a minha ação na forma de jurisprudencia. Ao me fornecer o solicitado, saibas que estarás ajudando a um irmão necessitado. Muito grata, Ana Flávia. meu e-mail é: be.anaflavia@hotmail.com

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.