COMO DESISTIR DE UM AMOR PLATÔNICO


   
Você pensa mil e uma maravilhas sobre alguém, e é por causa desta "pequena quantidade" de maravilhas, que você coloca nas costas do mortal ,que você sai do chão sem pegar avião da TAM .Aí você esquece  o arroz no fogo, vive escutando músicas e com aquela cara de Monalisa fora do quadro, quase sem querer querendo rir. Lá se foi você, diretinho para o  mundo da paixão. 
Para contribuir com o seu estado de alienada passional ,o exército dos clones do cupido errante ainda faz o favor de  mostrar ruas com o nome do cara, cantor com o nome do cara, música que é a cara do cara, gente que conhece o cara...E ,ainda tem aquela sua amiga louquinha que vai sempre  dizer que viu o cara, que sabe isto e aquilo de novidades sobre ele e que enfia um montão de paisagens  nas conversas, para  que você consiga se ver pousando, com  o cara, no arcadismo:  grinaldas, árvores e bichinhos do campo, e vocês lá ,debaixo dessas mui formosas tamareiras ...Pronto, o cara está na sua vida de mala e cuia, mesmo que nem  dê muita bola para você,ou jogue apenas meia grama de charme, só por que paquerar não arranca pedaço de ninguém, e  homem é homem,e sabe como paquerar sem amar. Homem quando quer dar uma de gostoso faz o bom e o melhor ,até se estiver sendo filmado...Aham,quando querem são ótimos atores!  Mimésis,meu bem, mimésis...trabalhando o gênero dramático.
O problema dessa jogada de charme dele é que você é péssima em matemática, muito mais que em  português,apesar que ele não achava o seu português tão ruim assim quando você enviava inocentes cartinhas de amor. Sabendo pouco sobre cálculos ,você  vai fazer dos pequenos charminhos dele uma quase declaração de amor, subindo isto à potência das mil e uma maravilhas...Eita mundão de menina, heim!!!
Alcançando este estágio, você agora entra de vez no seu mundo caracol , onde só existe você e  este amor, e escreve qualquer coisa linda que jamais se imaginou escrevendo...E um belo dia, desses dias que toda apaixonada tem, você pá bufe: Entrega o seu coração para o monstrinho charmoso...Consegue aquele carinho fajuta que ele ,tanto tem para você como para qualquer outra menina legal , com o mesmo jeitinho que ele faz carinho nas meninas que também são legais, mas por que são prostitutas, pouca gente quer saber da parte humana delas e ,claro que ele faz parte do grupo da muita gente...E você ,que pouco sabe sobre  estes defeitos dele,arreia seus quatro pneus de uma vez por todos os longos dias,meses e quem sabe anos de vida....
E aí? Como vai ser? Você vai entupir as batidas do coração com a ilusão e  vai lá, de corpo e alma, mas em pouco tempo você também vai amargar uma decepção,por que o carinha ator tem várias falas, mas depois que sobe o zíper ,vai viver a vida dele e quer que você viva a sua,de preferência mantendo muita distância dele, e talvez nem leve você à porta, não tenha o último beijo e o último abraço... O plim plim dele já acabou ,ele tem pouco tempo para  mostrar quem  ele  verdadeiramente é, precisa voltar ao palco.Dali para frente é você e o seu caminho, querida. Mesmo que seja meia noite, não há carruagem para tirar você do baile, e o seu pé , por mais frágil que seja ,vai levar você até  um  banco de rodoviária  para que você chore copiosamente, sem poder dizer aos estranhos o que você sente, e sem poder olhar para eles , por que mesmo sendo estranhos ,todos ali sentem que a sua dor é de amor, ou você não estaria tão bem vestida e perfumada...
Mas  tudo bem, os dias passam , e o seu coração é tão amoroso que você vai deixar isto de dor de lado e tentar viver sem sentir ódio dele,por que você ainda tem mil maravilhas sobre ele dentro de você...Foi só uma decepção...Sobraram mil maravilhas.
A vida vai indo, e  mesmo sem querer  você vai dar chance a outro cara, por que agora é isto o que a sua amiga louquinha diz. Tudo bem,o novo cara não é lá o seu amor, mas tem algo de interessante, só que     bem no meio do novo relacionamento basta olhar para o  lado ,e ver o mil maravilhas que o novo relacionamento pega ares de problema,né? Ih! Você acaba tudo , e volta a viver no seu mundinho das idéias lindissímas, digna das nuvens que Platão apontava( pesquise sobre a pintura Escola de Atenas ,de Rafael Sanzio),e vai passar dias, meses sozinha... Só o mil maravilhas mora no seu coração!
Então, um belo dia você descobre que o mil maravilhas de vez em quando trata você bem, de vez e quase sempre ignora tudo sobre você,e todas as vezes  finge que você é super especial para ele...É nesta hora que você reacende a tocha do amor próprio e conhece Aristóteles...O que não está nem aí para tirar de você o seu grande amor , mas que sabe  ser boa companhia, que sabe trazer algumas flores com formatos de sorrisos, chocolates com formatos de livros, e   mostrar que tudo tem um tempo de observação e uma finalidade, mas ele é tão lógico que antes de ferir você prefere nunca tocar em você...Mas fica com aquele jeito de chove e não molha que você não sabe se é ética ou estratégia, charme ou timidez...Eo! Espere aí...Eles têm alguma semelhança? O mil maravilhas e o Aristóteles? São da mesma "Grécia"Ah, não...Você não percebe que o exército do cupido errante é super eficiente? Você é doida? Vai cair na mesma coisa? Minha filha, você não lembra que Aristóteles e Platão se diferenciam só em algumas coisas, mas são farinha do mesmo saco? Cultos,pensadores,atuantes,modelados...Ih! Pelo amor das batatas do seu coração, não coloque Aristóteles no lugar de Platão, por que no máximo você estará trocando céu por terra, mas onde fica o coração?
Sabe, o melhor caminho para se esquecer um amor platônico é tentar um amor comum,bem longe dos filósofos, bem longe dos signos, bem longe das análises...Na primeira oportunidade que você encontrar com um cara totalmente avesso a ser o seu paquera vaidoso ou o seu amigo cauteloso...Como reconhecer este cara?  Ah,ele é desses  que as palavras são poucas, as atitudes são simples. O pensamento dele é qualquer um , mas rapidamente passa a ser  você.
Não perca a vida para o senhor mil maravilhas. De repente ele pode nunca te oferecer flores. Não perca a vida para o senhor da lógica, ele é um bom exemplo, mas é sob medida., tudo  para ele tem um fim Ganhe a vida com o cara que anda na chuva, que pedala bicicleta, que discute futebol, que gosta de cervejinha com os  amigos,e que quando você passa ele sempre tem uma olhadinha que diz " Você me mata de vontade de beijar".

É difícil, amiga, eu sei...Quem sabe um dia uma de nós todas não possa escrever aqui a realidade das narrativas como merecem ler os bons leitores de Machado de Assis? Estudando,melhorando, ficando perto de quem sabe e recebendo apoio de alguém que tem prazer em nos ensinar,tenho certeza que qualquer uma de nós conseguirá.Com um pouco de ironia é que se começa a entender a obra machadiana, isto nós temos de sobra depois que desnudamos o senhor mil maravilhas, e quem disto duvidar ,procure, antes de tentar ser mestre, ler  o pequeno texto Pai contra Mãe, de Machado de Assis.Nem tudo que leva o nome de Cândido é puro, nem tão alvo,mas nem todas as Armindas morrem antes da liberdade!



Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

7 comentários:

  1. Parabens Domitila. Vc. escreve bem porque pensa bem. Tem conteudo e por isso facilidade para escrever
    Otima semana pra vc e obrigado por prestigiar meu blog
    bjs

    Alvaro Dias

    ResponderExcluir
  2. Você está com medo ou com Pedro?
    Era isto que vovó perguntava ,quando eu tinha dúvidas sobre qualquer dezena de atitudes que poderia tomar para uma única situação...
    Vovó insultava, ela sabia que no fundo eu escolheria ficar com Pedro...para não ficar com medo,né?

    ResponderExcluir
  3. Sabe Domitila, quase sempre eu procuro falar aquilo que faz bem pra alma. E falar de voc~e faz muito bem pra minha alma, pois eu a considero uma das pessoas mais inteligentes com a qual eu convivo.
    Acho que voc~e tem que ser mais ousada, mais atrivida, pois você não nasceu pra ficar ouvindo o que tem de fazer. Você sabe fazer.
    Tenho certeza que você vai usar esse seu talento para se perpetuar como escritora. Você será para mim a Clarice Lispector em vida.
    Espero contar com seu apoio no meu projeto futuro.

    Te admiro muito!

    ResponderExcluir
  4. Josenildo,

    Ando mais para a gramática descritiva, dentro do meu mundo natural. A prescritiva que enforca a liberdade, aqui e acolá ,é coisa que uso se e quando eu quiser, e se nela me aprofundar demais fico de dar lição a doutor, mas talvez nunca mais eu seja feliz. Para que ser orquídea em vaso de barro se há mais beleza em ser uma fulô de mandacarú, soberana em cima do lajeiro,vendo a paisagem todinha?!!!
    Esse povo acha que todo mundo está acostumado a conjugar a vida ,como faz aqueles que tem poder de polícia, sabe? Eu lá ando com verbo deter debaixo do solado da língua para saber decoradinho como se conjuga essa desgraça?!Juro ,pelos menores ossos dos meus ouvidos, que eu só não falo dos cavalos que esfregam há anos neste cavalo, por que não há tanta maldade em mim que seja capaz de acreditar em certas coisas que são usadas pela maldade de gente ainda mais ruim que ele, por que este maldito não é tão demônio assim,para tentar ferir quem quer ser bóia quente...Eu não acredito mesmo que não houve a intenção , que não DETIVERAM os cavalos por ordem dele, para que os fedamãe fossem soltos...
    Mas se eu acreditasse nisto, há muito tempo qualquer senhor mil maravilhas pensaria muito mais que duas vezes antes de atiçar o diabo com vara curta!Nunca que , nem embriagado, inventaria de me apoquentar as víceras das respostas.
    Mas, como sabia Russeau, desgraçaram aquele que um dia nasceu bom, e eu tenho que curtir as crises deste cabra torto, que eu acho que perdoado é por seu ciume, mas é condenado por tamnaha malícia de segregação...só não curto esta alma torta, engolindo farinha seca e arrotando ladainhas de que ele é santo...
    O meu projeto vem primeiro, Josenildo. Infelizmente faz muito tempo que ando passando flanela nos sonhos dos outros,tratando bem, cuidando,mas sempre andando sozinha nesta floresta de todos os bichos. De vez em quando um bufetinho aqui e outro acolá é o que eu recebo. Você não merece ser um dos primeiros a provar do meu novo empenho de viver,mas a aprendizagem deve ter equilibrio, se é para ser iniciada na prática, não posso tirar você da fila...Eu tenho que cuidar das minhas coisas, da minha vida, dos meus sonhos...Sem me importar muito se vão gostar dos meus vôos!

    ResponderExcluir
  5. Golllllllll do São Paulo ,fia da mãe! Desse jeito meu fluzim se ferra!
    Josenildo, deixa de coisa...Oxent!
    Precisa disso tudo não, amigo.Clarice é imortal demais para ser substituida por uma Maria Fulô da vida.
    Espia aí em riba, teu amigo de partido...

    ResponderExcluir
  6. Golllllllllllll Fluzimmmmmm 2X1 Ebaaaa!

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.