APRENDI COM MINHA MÃE


Com muito bom humor, sobre a relação mãe e filho , alguns sites e blogs já postaram o artigo abaixo, e o blog Olho de Mulher trouxe também para os seus leitores.

Tudo o que sempre necessitei saber, aprendi com a minha mãe:

Minha mãe me ensinou a apreciar um trabalho bem feito:
Se você e seu irmão querem se matar, vão pra fora. Eu acabei de limpar a casa!
Minha mãe me ensinou a ter fé:
É melhor você rezar para essa mancha sair do tapete.
Minha mãe me ensinou a lógica:
Porque eu estou dizendo que é assim, acabou, e ponto final!
Minha mãe me ensinou o que é motivação:

Continua chorando que eu vou te dar uma razão verdadeira para você chorar!
Minha mãe me ensinou sobre genética:
Você é igualzinho ao traste do seu pai!
Minha mãe me ensinou sobre minhas raízes:
Tá pensando que nasceu de família rica é?
Minha mãe me ensinou a contradição:
Fecha a boca e come!
Minha mãe me ensinou a ter força de vontade:
Você vai ficar aí sentado até comer tudo!
Minha mãe me ensinou sobre justiça:
Um dia você terá seus filhos, e eu espero eles sejam iguais a você… aí você vai ver o que é bom.

Minha mãe me ensinou a valorizar um sorriso:
Me responde de novo e eu te arrebento os dentes!
Minha mãe me ensinou a retidão:
Eu te ajeito nem que seja na pancada!
Obrigado(a), mamãe!

Atenção: Somos totalmente contra a educação debaixo da pancada, o artigo é só para lembrarmos que as mamães ficam doidinhas quando os pirralhos atentam demais .

fonte: http://www.osvigaristas.com.br/textos/inutilidades/aprendi-com-minha-mae-224.html








Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.