CONCURSO DE SERTÃOZINHO PELAS VAGAS DO PSF FAZ COM QUE TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO EMITA PARECER COM PEDIDO DE EXONERAÇÂO DA FUNCIONÁRIA THAÍS

  Estou de férias desde o dia 12, e  não soube de nada sobre este assunto , mas a decisão do Tribunal de Contas do Estado foi  desde o dia 06 de abril de 2011.  Oxent...Que silêncio é esse? A prefeitura não sabia disso? A funcionária também não? Bem, acho dificil que não, mas em todo caso, vou perguntar para as amigas de trabalho.
  Em análise legal sobre o edital do último concurso realizado pela prefeitura de Sertãozinho que tinha em seu texto a exigência de experiência comprovada em PSF para os candidatos que disputariam as duas vagas ofertadas para Auxiliar de Enfermagem fez com que o candidato Manoel Gomes da Silva perdesse o seu direito de nomeação , mesmo tendo obtido o primeiro lugar. O rapaz levou o caso adiante . A decisão do Tribunal de Contas foi a favor de Manoel pois, segundo avalição do Tribunal sobre  o desempenho das  atribuições do cargo, o auxiliar de enfermagem está apto a assumir o PSF por desempenhar as mesmas atividades que desempenharia em qualquer outro estabelecimento da saúde. Assim sendo , como foram ofertadas duas vagas, o TC emitiu parecer  pela exoneração da candidata Thaís Barreiros , pois ela  foi classificada em 3º lugar, tendo assumido a vaga justamente por que o rapaz foi  desclassificado pela prefeitura por não ter experiência com PSF. Tháis  Asevedo, nossa amiga de trabalho, técnica em enfermagem do PSF II, é uma profissional de mão cheia e pode ser que continue conosco se houver como recorrer dessa decisão do Tribunal ou se o rapaz não quiser mais assumir a vaga. Eu sinto muito por você ,Thaís, se o rapaz resolver mesmo assumir, mas não descarto a admiração que tenho por pessoas que buscam os seus direitos. Por isto digo que se você também se achar com direito não cruze os braços, corra atrás!
Estou publicando o assunto por que o Blog deve ter transparência, esta é a nossa função.
Como está tudo em silêncio, até agora nenhum amigo me disse nada sobre o assunto, e Thais está trabalhando, creio que o rapaz se foi convocado pela prefeitura , certamente, não quis assumir a vaga. Se não foi é por que a prefeitura deve estar se utilizando da legalidade do prazo para a convocação ou emitiu outra defesa em favor da funcionária. Não sei ...Achei isto agorinha  na net. Por que eu catuco tudo mesmo!
Além de Manoel, o tribunal de contas também foi favorável pela nomeação da professora de inglês Fabiana Querino Xavier, por meio da Portaria 38/07, no rol de nomeações;

Vejam a decisão do Tribunal de Contas com o parecer da Drª Ana Têresa Nóbrega , na íntegra ,no link abaixo:


Assim sendo, OPINA este Parquet pela:


· Concessão de registro dos atos de admissão em apreço, com exceção

da servidora Thaís Barreiros de Asevedo, ocupante do cargo de

Auxiliar de Enfermagem;

· Exoneração da servidora Thaís Barreiros de Asevedo pelos motivos

expostos, assinando prazo à autoridade competente para que comprove

a feitura do referido ato, sob pena de multa;

· Assinação de prazo à autoridade competente, a fim de que tome as

providências concernentes à inclusão do ato de nomeação da servidora

Fabiana Querino Xavier, no cargo de Professor B - Inglês, por meio

da Portaria 38/07, no rol de nomeações;

Parecer emitido e assinado eletronicamente pelo(a) Procurador(a) Ana Teresa Nóbrega em 07/04/2011 15:59.

Autenticação: 53068aa643cdf9fe6b7559659592e74a
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.