Momento Zen: Hora do Riso

Menininho anda tirando a maior onda com a minha cara, dizendo que por causa de dinheiro na política tem gente que até  me casaria com  o senhor do casarão...Coitado do Senhor do Pilão, ia pegar "boa peça", prá tentar  transformar em farinha de milho: torresmo puro!

Severino da Burrinha já anda de amizade comigo de novo,graças a Deus e Amém. Meu Jesus, segura nóis...Deixa Severino bonzinho, sem me aperriar muito, por que ele quando fica bravo faz uma zuada muito trinchete no pé do meu ouvido!

Quase matei Neide, nossa amiga de trabalho do PSF do Sítio Canafístula, de rir. Fui pedir o AVEIAM que o médico usa, pedi o AVEIAM do padre...Não sei de onde tirei essa de padre, meu Deus,mas se Doutor Bráulio sonha com isso, sai casando e batizando!

Mocinha Xana disse que era para eu ter colocado o nome dela como pré candidata a  vice, na enquete que realizamos. Afinal de contas, ela tem mais nome que certas pessoas. Nós rimos, mas no fundo sabemos que  Mocinha está certa...Da próxima vez eu boto, Mocinha, dei mole, nem pensei na puro sangue do PR.






Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

2 comentários:

  1. matahari disse:
    10 de maio de 2011 às 13:52
    A falta de garantias constitucionais começam e se expressar mais claramente em determinados julgamentos da Suprema Côrte em nosso País. Rasgaram a Constituição se, já não fosse uma interferência indevida nas prerrogativas do legislativo. A legalização da união estável entre pessoas do mesmo sexo, estarrece até os menos afetos às questões jurídicas pois, joga na “lata do lixo” o art.226 & 3º da Carta Magna. O que diz TAXATIVAMENTE a Constituição? Art.226 A familia, base da sociedade, tem especial proteção do Estado. & 3º: PARA EFEITO DE PROTEÇÃO DO ESTADO, é reconhecida e UNIÃO ESTÁVEL ENTRE O HOMEM E A MULHER, COMO ENTIDADE FAMILIAR, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento. Aprovar e revogar leis, é competência do Poder Legislativo, competência essa ora usurpada nessa exdrúxula decisão do Poder Judiciário. Não caberia jamais ao Supremo dar interpretações a um texto absolutamente taxativo da nossa Carta Maior.

    Responder

    ResponderExcluir
  2. Foi por essa e tantas outras razões materiais da constituição que eu nunca casei.Acahva até bonitinho o vestido de noiva, mas materializar o sentimento sempre achei cafona e ditador demais para a minha cabeça.Casamento para mim significa servir de testemunha para a vida do outro, e caminhar com o outro por amor, coisas que papel algum neste mundo garante. Eu fiz união amorosa com quem gerei os meus filhos, e os meus filhos são fruto do amor.Não são os filhos do homem de melhor condição, da melhor educação, da melhor família. Simplesmente são os filhos do melhor pai.
    Casamento legal é apenas um contrato que diz quem vai levar o que de alguém ,quando um for embora por morte ou por separação. Aqui em casa foi rapidinho: tuas cuecas, minhas calcinhas, tua escova de dentes , a minha.Leva essa porcaria desse escudo de time que tá aí na parede, por que isto não me pertence...
    Vejo que a legalização da união gay apenas assegura os bens de qualquer cidadão envolvido em um fato social. O fato social não permite contenção de público, por isso não aponta inflexibilidade para a materialização da relação constitucional .São 60.000 mil casais gays no País, e agora? Ignorar? Fingir que esta realidade está fora da nossa sociedade?O que tem haver sexos diferentes para formar direito dos lucros de uma relação? O que é família no Brasil? Desde que me entendo de gente o CENSO cadastra como família até mesmo o indivíduo solitário.
    O fato social se ignorado, se desatendido pelo lei passa a ser desigualdade, consequentemente passa a gerar diferenças,preconceitos, levantes de opiniões revoltosas desnecessárias. Que os gays , assim como os heterossexuais,rachem os seus lucros e chorem as suas perdas materiais, e daí?!
    O que acho que é pedir demais , neste caso dos gays, é que a igreja aceite o que sob a voz do Espírito Santo se combate. E então? Direitos e obrigações cidadãs para o lado da isonomia, e a lei do Senhor para quem quer aplicar sobre a sua própria vida. Lembrando que Deus deu ao homem e à mulher o livre arbítrio, sem no entanto assegurá-los com engano,sem dizee que quem faz o que bem quer, estará salvo. E sim, a Palvra de Deus não fez Adão e Ivo, nem fez EVA E AVE...Para Deus a família é homem e mulher, para crescerem , reproduzirem e multiplicarem...

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.