O LIVRO QUE O MEC APROVOU :ESCREVER ERRADO É POR UMA VIDA MELHOR ?

 Estava aqui no meu cantinho assistindo ao JN e dei com essa reportagem sobre  o livro que o MEC aprovou para o ensino da lingua protuguesa, cheinho de afagos para com um português que deixa na camada inferior o filho do pobre que já está vivendo no inferno da desigualdade. Deixa sim, e eu provo! Mande o seu filho que vai estudar num livro desse ir concorrer no vestibular com os filhos da classe média , e bem na hora da concordância o seu filho lindo , de tanto ler e escrever o plural abreviado ,vai marcar tudo errado. Dança e dança feio no vestibular. Onde ele vai continuar? Na vida operária, meu amigo. Até aí tudo bem, por que operário é cabra macho, tem coragem de trabalhar...Mas  e se o seu filho sonha com o curso universitário? Sabe o que vai acontecer? Onde ele vai continuar? No porão dos que não sabem nada sobre o que é pertinente, atrelado, íntrinseco, pífio, aquém, quiçá, e o satanás a quatro. Palavras bastante usadas na universidade, e por incrível que pareça: jamais usadas nas salas de aula do ensino médio das escolas públicas( eu heim...Parece que o lance é mesmo deixar a galera  do  feijão com   ovo do lado de fora!)...E sabe por quê? por que a universidade está assim ó ,de cabra preparado para fazer um número de pessoas separadas por suas capacidades , e não se enganem, a língua é a primeira porta que se abre a favor da credibilidade  do  homem atualizado, moderno, concorrente. A língua,  bem trabalhada , vem por séculos e séculos permitindo que o poder se repita, se firme e vire herança entre os bons de língua. A língua tem feito os melhores advogados, os mais renomados médicos, os mais reconhecidos administradores.
Você vai deixar o seu filho sem chegar lá? Pelo amor de Deus !Movimente os  seus neurônios,  por que se o produto da pobreza é duro, a chapa do conhecimento é quente. Só e, somente só, a educação vai tirar o seu filho do porão !
Eu "quero "que o meu filho receba um livrinho desse... Para o MEC ter o prazer de receber de volta. Se eu não mandá-lo de volta, bem para o colinho do Ministério da Educação, eu troco o meu nome para Maria Vai com os Bestas!
Querem fazer do português a língua oficial do Lula? Pois que façam nos quintos dos infernos ,nas provas dos meus filhos,não!
Uma coisa é você entender de regionalismo e das variações línguisticas, respeitar o falante como membro  do fato social da sua comunidade e que pode sim, falar do seu jeitinho. Outra coisa é você incentivar as pessoas simples a se acostumar com as rasteiras das  guerras  dos grandes. É você quem paga pelo livro do seu filho, exija um livro de boa qualidade.
“os livro ilustrado mais interessante estão emprestado" ...Estão na casa do Lula, né? Por que arrumar doutorado sem ir para a universidade só acontece por lá!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

3 comentários:

  1. Está tudo se encaminhando para a apostasia, ou seja, o contrário de tudo como deve ser verdadeiramente.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com tudo!
    Uma coisa é vc estimular a tolerância àqueles que falam e escrevem errado.
    Outra coisa é vc estimular a falar e escrever errado! Que horror!

    Falam que é pra "incluir socialmente" a criança no ambiente escolar. Tenha dó! É função do professor frisar sempre: O lugar pra vocês errarem, é aqui, na escola, e é função minha, como educador, corrigir e estimular vocês a vigiarem o que falam, pois assim automaticamente vocês vigiarão a escrita.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.