A POLÍTICA DO MAL

 Andam dizendo por aí que são responsáveis por terem  pedido a cabeça do nosso amigo de trabalho Francisco Canidé da Penha, e por isso conseguiram com que o rapaz perdesse o seu emprego no Laboratório do Hospital Regional de Guarabira. Não sei se procede a verdade da confissão ou se não passa de mera pabulagem. O diabo é quem duvida!
Este tipo de política é aquele que, no ápice da maldade, se utiliza da inveja, da má vontade, do aperto irrisório que proporciona a falta de respeito para com a dignidade das pessoas.
Bom seria, para gente que gasta o seu tempo em mexer com os pequenos trabalhadores, que  dedicassem as  suas influências políticas para arrumar emprego para uma boa quantidade de excelentes profissionais  que por algum motivo de também implicância política , de A X B, estão sem emprego. Porém, são coisas de muita grandeza de consciência e de espiritualidade para que  cheguem a tocar o coração do egoísta.E claro, nosso conselho , para esse tipo de gente, tem o mesmo efeito de um risco na água: passa um vinco por dentro, mas não fica o desenho.
Nossos parabéns a Francisco Canidé, por que não saiu de um dos serviços públicos pela porta da incompetência . Ele faz saúde ao nosso lado em Sertãozinho e para onde for, tenho certeza que honrará o seu compromisso de fazer  saúde com seriedade. Ainda para Francisco e para a sua família deixo a seguinte mensagem de Deus:
Nem o justo, nem a sua descendência, mendigará o pão.
E como mortal pecadora deixo a minha visão:
Chico, trabalhe mais um pouquinho e compre mais um carro. Um só é pouco para matar de inveja!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

5 comentários:

  1. "Politica do Mal" kkkkk ,a política é assim mesmo, é safadeza por td lado ,não existe politica do bem .ou melhor...existe pra quem tá lucrando atravÊs dela, porém tenho que concordar com vc.

    ResponderExcluir
  2. Alan,

    Você é sempre bem vindo ao nosso blog.Como bom cidadão que eu sei que você é, e consciente, sabe que eu falo que do lado do bem está a política construtiva, progressista, insalubre pela versatilidade da isonomia, falo que do lado do bem existe pessoas que ainda lutam por ao lado de uma política que se preocupa com o bem comum. Na verdade eu me expressei mal, não é a política que é do mal, é a politicagem de gente mesquinha.
    Valeu aí a sua participação corajosa, com nome e tudo mais.

    ResponderExcluir
  3. Você entendeu bem direitinho a metade do meu recado .Sabe bem sobre o que eu falei, e sobre quem eu falei quando citei pessoas desempregadas, e o porquê da minha multidão de revoltas!
    Trabalhadores não têm lado, eles têm família. É só isso o que eu queria mesmo transmitir.E estou aqui mandando meu recado bem às claras.
    Como disse um amigo meu: "Você vai dar um trabalhinho danado a gente que gosta de se dar bem com a inocência do pessoal.
    Breve o PRTB estará em entrevista , poderá ouvir se eu estou brincando!

    ResponderExcluir
  4. O único politico q já vi falando a verdade e foi eleito a dizendo foi: O TIRIRICA ,só.
    Eu abandonei qlq disputa patidária, vou me preocupar com minha carreira, comércio e família.Os políticos q se mordam por R$, carros e protitutas.E vc deveria fazer o msm...porém acho q vc tem motivo bons pra continuar... espero que não seja mais um dos seus devaneios tipo o BBB, agora em uma nova sigla o PRTB.

    ResponderExcluir
  5. Devaneios à parte, eu só nunca tive o sonho de roubar. E a qualquer grana, mesmo que fosse a do BBB jamais teria o poder de me transformar prostituta. você bem sabe disso.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.