LIMITE DE ACORDO PELA INSALUBRIDADE DA SAÚDE

Anuncio aqui com todo o meu par de peitos que a partir de agosto, se a nossa insalubridade não constar no nosso pagamento, estarei me encaminhando para todo e qualquer órgão capaz e competente de receber denúncia e trabalhar legalmente as soluções.
Faço por bem avisar, para que depois não venham ao ouvido de meia dúzia de babões que me olham atravessado,e com razão, por que estão de rabinho cheio, salários e mais salários saindo pelos bolsos, dizer que eu virei a cabeça. Virei não. Minha cabeça esteve no maior  limite de paciência por mais de um ano, tentando no diálogo, na base da espera.E não sei qual foi o satanás que enfiou a protelação no juizo do prefeito, por que estava tudo tão certinho para pagar a insalubridade...De repente: Splish, splash...suspederam a idéia.
Medo? Nenhum. Dívidas? Muitas, mas não com o poder. Não recebo passagem, almoço, terreno, tijolos, gasolina, PICUINHA NENHUMA!!! Traduzindo: O único rabo preso que eu tenho é dos meus cabelos, presos em um tal penteado, rabo de cavalo.
É só e somente só o PRTB mostrando que não cata moedas, mas cobra direitos.
O máximo que pode me acontecer é o retorno à unidade de saúde da zona urbana, para ser vigiada como se fosse ladra, para que OLHEIROS do bloco da fofoca digam tudo o que falo, com quem converso e mais mais mais...depois disso umas duas ou três  lapas de intriga...Mas reparem se eu, trabalhando  na rua terei algum prejuizo...É bem capaz de na rua eu ser muda...Hummm! A demanda é melhor ainda para que eu converse com quem bem entender.
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.