RESPOSTINHA DO SENADOR ÁLVARO DIAS DEPOIS DA QUEDA DO MINISTRO DOS TRANPORTES

Domitila,


Você  também é  a minha inspiraçao. Quando os ossos da sua alma estremecem de euforia e, o seu corpo invertebrado comemora a queda de mais um corrupto, sinto-me estimulado a enfrentá-los cada vez com mais coragem,
Beijos, querida menina de Belém.



Ai, ai ai...Desse jeito quem não fica toda fofa, mulherada?! 
Domitila é o nome que ele sempre usa para falar comigo, e a resposta  faz alusão à minha frase:
" A escrita é o meu corpo invertebrado e os ossos da minha alma."
Valeu,Senador Álvaro: Quando cai mais um corrupto, temos a sensação que nem tudo está perdido!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

3 comentários:

  1. Ai, ai, amiga.
    Tenho meu amado esposo, mas confesso que estou morrendo de inveja, rsrs.
    Você é poderosa, continue assim.

    ResponderExcluir
  2. Roseeeee, tira o zoiuo rs rs rs

    kkkkkkkkkkk

    bjs pra vc

    ResponderExcluir
  3. O povo brasileiro já esta acordando da letargia em que o Lula o colocou. O processo de corrupção foi tão exagerado que a dose quase matou o paciente. A indignação começa a tomar forma de tal maneira que, os protestos, mesmo que acanhados são sentidos por todos os quatro cantos do País e desde de já, se forma a frente de batalha para o enfrentamento da quadrilha que assaltou o poder nestes últimos anos. O Senador Alvaro Dias foi o precursor dessa luta e continua mais do que nunca, sem temor, em que pese as ameaças, desfraldando a bandeira da etica e da moralidade pública. Não há outro caminho, não há como encontrar as reformas essenciais ao País senão por essa estrada, ainda que pedregosa e tomada de precipícios de ambos os lados. Há que se tomar muito cuidado para não escorregar. A formatação de armadilhas usando-se os recursos necessários para o comprometimento de quem se coloca como estôrvo de suas ambições são os passos mais comuns engendredados nos gabinetes fechados do Govêrno. O uso do “belo sexo”, as gravações ilegais, alcançadas pelo exito da tecnologia, os dossiês eleborados de forma mentirosa, a infiltração de espiões junto a confiança do líder; são os recursos há serem usados pelos inimigos. Portanto, muito cuidado meu Senador, pois, a guerra está declarada com todos os seus horrores e, de agora em diante a “cobra vai fumar” e pelas sua ventas inescrupulosas serão derramadas as chamas do inferno. Vamos em frente, Senador; “de burseguins ao leito” pois, a Nação é o Altar em que rezamos.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.