DILMA CHOROU POR QUE ROSSI SAIU




A presidente Dilma Rousseff chorou ao ouvir de Wagner Rossi (PMDB), entre as 18h30 e as 19h desta terça-feira, que ele deixaria o Ministério da Agricultura. É o que afirmam interlocutores no Palácio do Planalto, que garantiram que a ocasião foi "muito triste".
Lamentando a decisão de Rossi, Dilma teria dito que ele era um homem "muito importante" para o governo. A pasta vinha sendo alvo de denúncias de corrupção e, na terceira nota de Rossi nesta semana em resposta às acusações, ele admitiu ter pego carona no jatinho daempresa Ourofino Agronegócios, de Ribeirão Preto (SP). No comunicado, ele negou favorecimento à empresa, cujo faturamento cresceu 81% desde novembro de 2010, segundo o Correio Braziliense.
Segundo servidores do Ministério da Agricultura, a decisão de Rossi foi repentina e não havia sido informada para ninguém antes de Dilma. O agora ex-ministro saiu do Planalto direto para a sua casa. Por volta das 20h, seus pertences ainda eram recolhidos de sua sala no ministério.
Com a saída de Rossi, a pasta fica "acéfala", já que o secretário executivo do ministério pediu demissão há duas semanas e seu substituto ainda não teve o nome publicado no Diário Oficial. A Agricultura fica, assim, sem ministro nem secretário executivo nomeado. Não há previsão para que o nome do sucessor seja publicado no DO.
Por meio de nota divulgada nesta quarta-feira, Rossi afirmou que todas as denúncias relativas a sua atuação são falsas, mas que, ainda assim, "a campanha insidiosa não parava". Segundo ele, as acusações tinham objetivos políticos, como a destituição da aliança de apoio à presidente Dilma e ao vice-presidente, Michel Temer.
Chrou por quê? Ele é pobre e limpinho?
fonte: Jornal do Brasil
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.