A INVEJA QUANDO NÃO MATA,PISA PELO MENOS NA CUECA!




 Tenho recebido a sua chuva de comentários baixos e doentios, caro desocupado. Mas adoraria que você, VAGABUNDO, tivesse a coragem de se assumir. Honre a sua cueca cagada, e faça comentários com o seu nome. Será um prazer desmontar você aqui no blog mais uma vez, mas para isto preciso que se assuma, sem nome falso, claro.  Não se preocupe! Leio todos os seus comentários, e  com imenso prazer, por reconhecer que os seus textos são uma nóia, jogo um por um na lata do lixo, pois não tenho o blog para que você, BOLA MURCHA,  pouse aqui com seus verbetes copiados de algum dicionário on line para escrever sobre as dores da sua patologia.
 Hoje você está doido dentro da sua cueca fedorenta, eu sei.. . Sua alma pequena e sebosa, sofre de teimosa que é. Eu já te disse para largar disso de olhar a vida dele e cuidar da sua, bicho! Você não viu ainda que o tempo está passando para você que morre de inveja , enquanto o cara vai trabalhando, ficando mais famoso, mais prestigiado e mais rico? MA-LU-CO, vai juntando algum aí prá ver se você consegue pelo menos descolar um Armani no brechó! Se não der ,cara, fala comigo...Eu aposto que ele pode mandar uns para você se eu pedir.Afff! Ele tem muitos ternos Armani, cada um mais lindo que o outro.
Você fica nessa coisa de internet procurando muito sobre a vida do cara, e hoje tem que sofrer, né? O cara eleito como um dos mais influentes do Congresso, um dos maiores debatedores apontados pelo DIAP ( pow, meu! Mas não foi a primeira vez que isso aconteceu...Ele é bom mesmo!), homenageado em Minas Gerais e você aí, se mordendo por que não é ninguém. O tal do pobre invejoso sofre...Ô meu Deus!
Pxiu! Ele não vai prá casa tão cedo, mas no dia que quiser ir...poderá viver, como ele mesmo deseja, em qualquer casa de praia, escrevendo lindos livros ( poxa, não queria te matar mais do bofe, mas é verdade que ele disse que serei sua redatora quando bem quiser...Sabe como é que é né? O cara saca baldes de quem tem dom para a arte literária)... JESUS, por favor, segure o coração do invejoso aí!
Ai ai ai...Numa casa de praia com ele? Uala, mestre... Tomara que seja na época do inverno..Tem que ter  chuva, chocolate quente, roupão fofinho, pantufas, edredon, I need a man to Love ( Janis Joplin) e aquela linda janela de vidro para  olharmos o mar cinzento, com os versos de Fernando Pessoa bailando entre as nossas vontades  seguras e sinceras de estarmos tão longe de tudo e de todos, sem muita "importância" :
"Ah, todo eu anseio 

Por esse momento sem importância nenhuma
Na minha vida,
Ah, todo eu anseio por esse momento, como por outros análogos —
Aqueles momentos em que não tive importância nenhuma,
Aqueles em que compreendi todo o vácuo da existência sem inteligência para o
Compreender
E havia luar e mar e a solidão, ó Álvaro..." (solidão nada kkk , muito bem acompanhado...Afinal redatora é uma profissão versátil!)

Ainda tem algo  que você não sabe? Vive tanto nessa net e ainda não achou?  Procure saber se a ADTrad e Empreendimentos Imobiliários LTDA. tem uma casinha de taipa para te vender com suaves prestações que não atinjam muito a sua renda.
Pois é, Baby...O cabra sai do poder no dia que bem quiser he he he e vai passear no carrão Mercedes,lá paras as bandas de Caioba ou Park City...Ê cabra bem de vida, heim! Sabe de onde veio isso tudo? Senhor Silvino, rapaz! O velhinho foi mala demais, comprou uma terra, meteu a cara no trabalho, plantou café até umas horas e criou 10 filhos, no tempo em que não tinha BOLSA FAMÍLIA, sabe? Os meninos estudaram, se formaram, trabalharam.. e olha no que deu: Nunca precisaram sentir inveja de niunguém.
E você já plantou a sua primeira semente de café? Pois deveria tentar, viu? Pode ser que Dias melhores virão!

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.