MARCOS VALÉRIO CITA LULA COMO MANDANTE DO MENSALÃO


Marcos Valério pediu, no início da noite de terça-feira, sua absolvição de todas as acusações a que responde no processo do mensalão. Nas 148 páginas de alegações finais entregue ao Supremo, a defesa de Valério rebate todos os delitos que lhe foram imputados: corrupção ativa, peculato, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e (ufa!) formação de quadrilha. Parece missão impossível. Mas tarefa de advogado de defesa é mesmo essa.
No início da argumentação, o advogado de Valério, Marcelo Leonardo, sustenta que foi dada uma “dimensão exagerada” a seu cliente. Coisa que não ocorreu, segundo Leonardo, com outras pessoas, inclusive Lula.
Afirma o advogado:
– É raríssimo caso de versão acusatória de crime em que o operador do intermediário aparece como a pessoa mais importante da narrativa, ficando mandantes e beneficiários em segundo plano, alguns, inclusive, de fora da imputação, embora mencionados na narrativa, como o próprio ex-presidente Lula.
De alguma forma, Leonardo tenta, portanto, levar Lula para o centro da arena.
Por Lauro Jardim
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.