E A FESTA DE PATRICIO E ELÓI COMO FOI?

 Um amigo mototaxista  criticou-me hoje. Disse que eu deveria postar no blog a festa dos dois grupos da oposição. Criticou num bom sentido, pois afirmou que as pessoas querem saber de tudo o que está rolando nos camarins da política sertãozinhense.
 É verdade mesmo. As pessoas querem saber, mas digam-me como é que eu iria a um lugar onde não fui convidada? Ficaria chato chegar de gaiata...E teria ido sim , caso tivesse recebido o convite.
Nesses dias em que estou na oposição tenho percebido vários temperamentos, e infelizmente Patricio pode até ser gente boa, mas há muito se distanciou por conta própria e, com o DEM a seu favor, de ter um entendimento sociável com as pessoas que estão em outras siglas e que também são oposicionistas. Tudo o que rola hoje leva-me ao mesmo pensamento do povo, por que até então o que eu sou a não ser uma pessoa comum como qualquer outro cidadão que irá votar nas eleições 2012? Se o cara já dá as costas hoje  e mostra outra cara  como poderá agir se chegar a ser prefeito? Eu lá tenho nada a ver com Josenildo plantar isso ou aquilo nos sonhos de Patricio e depois desvanecer do apoio?
O que posso dizer é que estava conversando com Marlene e Jorge da Sinuca chegou. Fez uma pergunta a Marlene:
-Gostou de ontem?
E Marlene, curta e grossa, respondeu: 
-Não.
Foi a mesma coisa de jogar ferro quente em quem estava deitado na rede...Jorge não quis nem sentar conosco, disse que tinha um trabalho para fazer,  arribou e foi embora.
Não puxei assunto sobre a festa...Mas o que percebi foi que Marlene tem uma visão esclarecida, tangente para a necessidade de se dialogar sobre um candidato unificador da oposiçao.Inclusive ela disse: Se não for Geraldo nem Patricio que unem a oposição eles deveriam esquecer a cabeça da chapa e juntos escolhermos alguém que tenha a condição de nos unir. Humildade traz resultados melhores.
É, galera... A coisa parece que tem muito o que ser passada a limpo.Lembrando que voto é igual beijo: só presta a gente dando em quem a gente gosta!

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.