A GALERA DE DUAS ESTRADAS ESTÁ ENCAFIFADA COM O SILÊNCIO DE ROBERTO E ESTRANHA A SUA DEMOCRACIA

Esta semana estive em Duas Estradas prestando provas do meu curso, e dei de ouvidos com o falatório de algumas pessoas.Ah" mideujuduxéu"... Reclamavam sobre o silêncio de Roberto em relação a quem ele irá indicar. Entrei na rodinha e tentei acalmar os ansiosos. " O prefeito de Belém também é do silêncio, e o de Sertãozinho faz mistério..."
A galera de Duas Estradas comentava que pela primeira vez na história do município um prefeito diz que quem vai escolher o candidato do partido da situação é o povo , e estranham isto. Não deveriam estranhar, pois a democracia não é para estar no  papel, é para estar  na atenção que se dá à voz do povo. Parem e pensem quanto tempo faz que o ocidente copia a Grécia e nem chegou à metade dos legados dos pensadores da Hélade. Lembrem-se que faz séculos que Clístenes foi criador do sistema de governo escolhido pelo povo. Aqui no Brasil temos uma democracia fajuta, pois recebemos chapas prontas: ou votamos nos candidatos que nos oferecem ou votamos em branco.
As prévias deveriam existir inclusive para presidente, pois estamos atrasados demais , distantes dos exemplos da Grécia antiga e da moderna corrida à presidência feita nos  EUA.
Felicitações das  minhas olhadas femininas ao prefeito Roberto Carlos...Demorou , mas chegou alguém que dá vez à opinião popular na vida interiorana da Paraíba. Certamente o prefeito vai ouvir os resultados da pesquisa popular. É dificil fazer a diferença, mas depois que a moda pegar, nunca mais as pessoas querem o atraso, e não deixarão cair no ostracismo o nome de quem ousou entregar ao povo o direito de apresentar o candidato.
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.