UM AMOR PARA NÃO RELEMBRAR




Não irei te apresentar
O meu carinho mais nobre
Ele já não serve mais
Não faz parte de mim
Enviar o que é puro
Às primaveras de Narciso

Tenho todos os sentimentos
Mas,se é para que
Sejam jogados ao relento
Melhor que fiquem comigo
Não apresentarei a ti
Os meus votos antigos

Não há mais sentido
Fazê-los próximos
À coletiva da hipocrisia
Eles são de uma pastora
Que fariam em meio ao joio?
O que você quer não é carinho
É multidão, como selo de apoio

Não mandarei de mim
Um único sopro do meu sussurro
Pois,à sombra dos teus novos anos,
Moverão o sopro nas falsas velas
Eis as tempestades dos meus oceanos
Que eu não faça falta
Que eu não seja a falha
E que, na lembrança,
Não requentes os meus afetos
Posto que são do meu silêncio
Os votos que te oferto.
Faça o teu Feliz Aniversário!



Domitila Belém
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.