QUANDO A GENTE PEGA ENJÔO É POR QUE A GENTE TEM MOTIVOS SOBRANDO

 Ao contrário daqueles e daquelas que se submetem às ilegalidades e amoralidades das dantescas vantagens , por que acham que o mundo é para esse tipo de  mais espertos , mas  esquecem que o inferno também é todinho deles ,  prefiro sofrer todas as perseguições às quais me submetem a ter que juntar-me a eles e perder o prazer de olhar  para suas caras  com muito desdém,  deixando  queimar sobre os seus ossos   o raio da minha íris que repousa sob a sobrancelha que se ergue debochada. É meu prazer deixá-los cônscios sobre  a minha percepção a respeito dos seus lábios que destilam  mentiras e suas mãos que se sujam como cúmplices das muitas  corrupções.
Aos mais humildes   sertãozinhenses  têm dado o que acham que é um tremendo favor, quando na verdade são obrigações das prestações de serviço e do dever fazer. Aos humildes  têm dado os transportes avariados , aos da agremiação corrupta têm favorecido com condições que lhes possibilitam  comprar veículos em perfeito estado. Aos humildes de Sertãozinho têm dado um atendimento meia cuia meio tijolo, na base dos exames suprimidos e dos horários da conivência gremista. Exames guardados ao cabo das cotas mensais e sabe-se lá para quem sai os mais caros ou os mais dificeis de se conseguir pelo SUS, por que a pessoalidade e a falta de humanidade estão arraigadas aos interesses políticos dessa "coronézinha",  formada às tetas do imaginário  usucapião que ela tenta aportar no poder  ao qual também  tenta manter-se com unhas, dentes , agremiados e muitos favorecimentos soltos para  quem quiser coroá-la com botas, a la Bonaparte, aceitando a submissão ao temperamento desvairado dos que só encontram amigos se identificá-los como escravos bajuladores. Destino triste para quem não enxerga a  recaída constante da sua dignidade é  o famoso 4 da derrota bonapartista:  cabeça para baixo e pernas dobradas. Boa cena em  Waterloo, "companheiros"!
 Aos apadrinhados soltam valores que lhes permitem  pagar  planos de saúde ou arrumadinhos que fazem com  que suas requisições subam sobre as que demoram meses na fila da pasta ou até desaparecem de mentirinha ou de verdade mesmo. Quem coloca a mão no fogo ?
O GERA  já foi negado  a quem precisava de um cateterismo de urgência ou morreria em um hospital de João Pessoa , mas no mesmo dia foi concedido o GERA ( que disseram não ter mais para o tal mês ) a outra pessoa, e para fazer  um cateterismo. Parece piada e implicância?  Mas não é. Isto aconteceu! E olha que o GERA foi negado a gente que já deu teto, almoço, jantar e muita atenção quando quem solta GERA era uma iniciante peregrina, heim! Que consideração...Quanta humanidade!
 Ameaças  foram jogadas aos ouvidos de  uma paciente que  precisava de uma crirurgia, tudo por que ela foi ajudada por outra pessoa interessada em vê-la com saúde. A cirurgia dela não saiu pelos esforços humanitários da secretaria da saúde de Sertãozinho,  mas a tal paciente  recebeu a visita de uma comitiva preocupada não com a saúde dela , mas coma imagem de  quem não pode ser tida como fria e omissa. Visita com ordem para a mulher calar o favor que recebeu de gente que não tem nada a ver com a secretaria da saúde, ordem para se afastar da pessoa ou seria suspensa de   determinada quantia que não é lá muito expressiva quanto às que chegam aos servidores fantasmas , nem em espécie ,mas que serve para
alimentar  os seus filhos. Todos estes assuntos , queridos e queridas, seriam debatidos como afronta aos direitos à vida se fosse o pai, a mãe, o irmão,  o cachorro, o gato e até  o urubu   dessa gente que tivesse lutando contra a morte! Seriam repudiados por todas as pessoas se elas tivessem a liberdade de falar ou o bolso livre dos abonos políticos.
Para mim  e para todos que conseguem olhar com os olhos da verdade, senhores e senhoras,  este projeto existente e praticado é abuso de poder com   pessoalidade exageradamente explicita, provocada e espalhada,  por que deram asas demais a quem não se importa de limpar os beiços com o  dorso do braço, livrar-se do batom e ,somente com a boca , jurar  chorando  que nunca fez isso.
E  o projeto  que estão tentado colocar à frente?!  É ainda mais agravante que o atual, por que em muitas coisas o atual ainda tem a última palavra que é a do prefeito. O que tentam levar à frente sairá do  galhinho que ainda está abaixo  do prefeito, o galhinho que já possui suas maus sementes, mas que se lhe  fosse permitido virar árvore não daria outro resultado a não ser  frutos atrofiados  para os mais humildes e muita fartura  para a elite . Alguma coisa a menos ou a mais para prever como seria o futuro de Sertãozinho se caido aos pés da arrogância e da farsa? A continuação dos erros que maltratam a muitos  e a  boa vida para os  familiares da elitista!
Nota de  esclarecimento, somente por que não quero que vossos corações pequem com julgamentos : As ameaças de cortar a ajudinha  alimentícia  não foram feitas pelo prefeito...E tomara ele não permita que certas coisas se repitam!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.