PATRICIO CONVERSOU COMIGO, BERG E MOCINHA XANA EM BUSCA DE SOMAS PARTIDÁRIAS EM TOM AMIGÁVEL E RESPEITÁVEL

É, irmãos e irmãs da oposição e amigos do Blog Olho de Mulher, esta net hoje está tão molóide, não consigo postar fotografias, então peço desculpas à amiga Néia, por não ter como postar as fotos da comemoração por sua eleição como membro do Conselho Tutelar.Ah! E aproveito para parabenizar os reeleitos e os novos eleitos para a nova temporada do Conselho.
Também peço desculpas a Patricio, por não ter como postar a foto dele, que capturei no último domingo , quando estivemos juntos na casa de Mocinha Xana, onde conversamos por mais de duas horas.Aberto a receber amigos que comunguem com sua pré-candidatura e fazendo convites a quem ele acredita que soma , Patricio foi contundente em reafirmar que enquanto o DEM mantê-lo como pré-candidato, não abrirá a oportunidade da cabeça de chapa para ninguém, e não tem como abrir sequer a vaga de vice, pois este segundo assunto, para ele pertence ao gosto e às decisões de Antônio de Elói.
Algumas observações de Patricio têm lógica, outras são voltadas às viagens confabuladas, acentuadas ao redor do cabo da boa esperança, mas qual pré- candidato , " marinheiro de primeira viagem", não se deixa levar pelos sonhos entusiastas dos seus companheiros? Patrício, porém, se sai da minha observação dizendo que ninguém nasceu prefeito e que tudo tem a primeira vez. É verdade, sim...Mas o que vejo é que há o perigo de um homem trabalhador que reuniu seu dinheiro investindo no suor e nos seus empreendimentos com as vendas de terrenos ,com as mensalidades pela  colocação da água em algumas residências, terminar com prejuízos que a política depois que tira, não devolve, e que infelizmente quem , por minutas de entusiasmo manda o dono da pólvora atirar, depois nem chora, nem tem solidariedade. Os mais antigos na política sempre falam isso, não custava eu, mesmo sem experiência com mandatos, porém sem espírito egoísta, repassar para Patrício.
Consciente de que o dia presente não assegura o que os dias futuros reservam para as decisões políticas no município, Patrício disse apenas que atualmente detém 80% da decisão do seu grupo, podendo ou não continuar a ser o candidato que o DEM apresentará ou apoiará.
A democracia é muito importante, reafirma a condição de comando próprio de cada pessoa que se envolve com a política, e também é relevante para o montante das uniões da oposição, daí por que ao contrário de gente que levou uns gritos na frente de um montão de pessoas , na escola onde aconteceu a eleição do Conselho Tutelar, só por que falou um oi para Patrício, por que nem se domina, nem assumiria o perfil de comandar o município sozinha, mas com seu criador às suas costas, eu sou livre, leve, solta e dona da minha venta de batatinha, e o melhor : da inteira confiança de gente que acredita em mim.
Pode falar comigo, qualquer um, viu? De qualquer legenda e em qualquer lugar. Nem Geraldo nem Vando têm vontade de me gritar não... E se algum dia ousassem tal coisa, eu os mandaria engolir, cada um a seu tempo, os gritos. Por dois motivos: Nem sou surda nem tenho rabo preso com nenhum. Mas, sei que eles não farão isso. Até aqui demonstram comportamentos de respeito não só para comigo, mas para com as mulheres em geral.
Só para fechar o assunto, queridas e queridos, fui questionada por Patrício a respeito do motivo pelo qual eu defenderei a candidatura de Geraldo Vieira, caso o G4 opte por tal registro. Respondi que se estou no PSD, estou não só com o nome, mas com a fidelidade . com o carinho para com os pedidos de grande parte do  povo, opinante e favorável pelo consenso do grupo e  apoiadora das  condições favoráveis que o nome Geraldo Vieira vem mantendo desde que rachou com o prefeito.
O que não resta dúvidas é que a conversa com Patrício nos honra, a Berg, Mocinha e a mim,  e nos reafirma como pessoas que interagem com respeito nas  importantes  reuniões que delegam sinceridade,  maturidade política  e responsabilidade para  com os nossos grupos , eu  PSD e  Mocinha PR


Era o que eu tinha a escrever, para dar satisfações às minhas amadas e aos meus amados leitores.

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.