VOU TIRAR DA GUELA´E É AGORA!!!

1- É necessário que seja fotograda logo  a verdadeira imagem dos partidos e dos grupos politicos de Sertãozinho, se por um lado o grupo da situação mostra  o negativo de uma foto capada para os machos de Sertãozinho, dando excelência e  garantia extrema para a figura  feminina,  por outro lado o G4 tá já pegando a fama da viadagem, por que só se vê os machos juntos , nos cochichos,nos almoços e nos encontros com  não sei quem... Eu quando venho saber das coisas, eles já foram e já voltaram e já botaram no Blog. É preciso e já é tempo de lançar Geraldo, e o mais importante: Provar se  é ele mesmo quem vai delegar o projeto e quem atualmente reúne  pessoas com real igualdade de tratamentos, por que da desigualdade eu já sou vítima  faz muito tempo e com a malícia não quero  fazer casamento. As coisas são simples assim: Ou se é ou não se é, ou se quer ou não se quer, ou se está ou não se está. Ou vai ou fica, ou rebenta a tampa da caixa . Eu só não vou é ficar de costas para receber as foiçadas e nem dar uma de doida fingindo que não percebo o boicote enquanto tenho praticado a boa vontade de alavancar a todos do G4 e tenho mantido o perfil democrático de escrever meu blog com assuntos sobre todas as pessoas,independente da legenda partidária, por que ou amo a liberdade e mostro que amo mesmo, ou compro um chicote novo e vou lá pra casa de Totinha pra pedir : Bate Totinha, bate...Bate mais um bocadinho, bate,por que tem gente que  vai achar bom e bonito e achar que não tem nada a ver com isso. Por acaso na minha testa está escrito ADRIANO? Que comprou a zuada , e hoje se vê jogado e abandonado?
  Era coisa para se tratar em grupo? É...em grupo tudo é bem bonitinho, mas depois que eu saio tudo muda de novo, né?
É Geraldo ou não é quem permite que eu acredite em um tempo melhor? Geraldo mandado e dominado, ou travado por medo de ser abandonado por  alguém, eu não assino embaixo nem empurro a carrocinha.
Firmeza,Geraldo! Quem quer você é o povo. As uniões são importantes, as opiniões são envolventes,mas mostre o seu jeito e o que você quer. Não tema pegar nas rédeas!

2- O radialista Rony Vieira esteve na casa de Adelson Souza, aqui em Belém. Passo vai , passo vem, topou-se por lá com Zil, meu primo. Rony perguntou para Zil se ele leu o comentário que eu fiz no blog a respeito da raiva que fiquei por ele não cumprir com a palavra de  levar-me à festa de Santos Reis em Sertãozinho. Zil muito do metido a se passar por lindo e limpinho (e ele assume que engana alguém?) respondeu a Rony que eu sou assim mesmo, quando cismo atiro para todo lado...Ontem Zil disse-me que Rony respondeu : Hummmmm...É bom eu ficar sabendo disso. Olha só...Desconfiou do meu caráter, Rony?
Aviso ao vereador Rony Vieira e a qualquer outra pessoa que eu nunca boto canhonadas na trincheira de quem me respeita, mas nunca aguentei tapa na orelha calada. Não suporto quem deixa de cumprir com a palavra, detesto  confiar e receber desconfiança, não uso falsidade vereador . Qualquer Bom Dia meu é verdadeiro, quando não gosto da pessoa, ela me deu os motivos...E  ela que se lasque pra lá!
Eis os  tipos de pessoas que  insultam a minha paciência: Os que mentem, os que roubam,os que levantam falso testemunho, os que beijam no rosto com vontade de morder o coração, os ingratos,  os oportunistas e sobretudo os invejosos...
Qualquer pessoa que quer saber como eu sou, vereador Rony, coloca a mão na consciência e observa o que eu sou no dia-a-dia, avalia o que faço por prazer de fazer. Aliás, o senhor mesmo falou-me sobre uma pessoa ter me elogiado pelo jeito que tratei uma paciente. Pode me furar de faca que eu não sei quem é a paciente. Já imaginou vererador se eu tivesse desconfiado do senhor? Imagine se eu tivesse pensado que o senhor levou de pratinho  para aqueles que fingem ser o seu grupo que a minha atuação no posto é elogiável e que isso é um perigo para a situação por eu ser da oposição?  Mas não quero pecar tanto, querido. Com o senhor aprendi e foi da boca do senhor que  ouvi que não devemos julgar. Gostei de ouvir isto da sua boca. Ouvi o senhor pedindo perdão a Deus ,porque  fez um comentário de pré julgamento sobre uma pessoa. A situação que me conhece de outros carnavais é que deveria lembrar que não trato as pessoas bem por querer algo delas, mas por ter compromisso com a minha consciência. Abra a boca qualquer um da situação e diga se algum dia pedi alguma vantagem acima dos meus direitos, se reclamei de trabalho, se fui motivo de reclamações dos pacientes. Se abrirem  a boca com tais assuntos estarão usando  a mentira e o falso testemunho.  A situação passou a me odiar por que quero o que é meu. Passou a me maltratar por que não tenho obrigação alguma de forrar tapete vermelho para quem não respeita o meu direito de caminhar livre debaixo de um céu azul onde quero servir ao povo , botar a quantia certa no bolso e viver bem quietinha no meu canto de mãe de família. Pronto...Conseguiram aleãozar o meu juizo, provocaram toda a minha revolta, e ainda mexem no meu salário sem dó e sem piedade...E irão conseguir o que com isso? Meu voto? É bem capaz...Meu silêncio? Mas meninoooooo...
O senhor lembra que sentiu dó de mim? Lembra que o seu coração ficou cortado ao saber quanto tiraram do meu pagamento? Lembra que tentou me ajudar, vereador Rony? Qual foi a minha resposta? Não precisa...Ajude a outras pessoas, eu sei que o senhor já tem muitos compromissos. Este é o meu caráter, vereador Rony Vieira. Eu gosto de dinheiro, sim, mas que venha do suor do meu trabalho. Gosto e preciso de ajuda, mas que seja quando eu não tiver como conseguir por meus esforços. O senhor lembra que falou comigo sobre a possibilidade de eu fazer parte da edição do Nordeste 1? Ah...Neste dia o senhor mexeu no meu ponto fraco, e infelizmente eu quase não durmo...Foi a primeira vez que pensei o quanto a política começava a me mostrar que poderia tirar de mim as coisas que eu gosto de fazer...Mas, tudo bem...O tempo vai me dizer o que Deus quer de mim, por que eu  nunca sei o que os homens verdadeiramente querem.

Será,´vereador Rony ,que o senhor ou outro vereador já pararam para pensar que a  minha vida jogada às manhãs improdutivas da perseguição ferem ao princípio da proporcionalidade ? Aliás, será que todos os vereadores sabem pelo menos o que é o principio da proporcionalidade?  Enquanto estou abrindo a boca  e fechando a boca, sem fazer nada em Canafístula, a sua cidade violentamente sofre a morosidade da espera pelo tratamento da enfermagem ..Sabe por que, vereador, Rony? Por que tem gente babaca, otária, insegura e mal colocada , ocupando  uma  indicação que seria para o senhor ocupar, achando que precisa me esconder do povo por causa dos votos...Mas o senhor, de tanta educação e tanta bondade, de tanto acreditar, assim como eu,  na palavra dos outros, não atirou na hora certa. Era prá ter atirado na bucha , no quente,na saída de Geraldo: Ou eu sou lançado ,Antônio, ou você pode ficar aí com a sua mocinha.
 Parece assunto pessoal, vereador, essas coisas que eu e outros servidores sofrem? Pois deveria ser assunto do legislativo que vive desonrado pela ditadura do executivo e do seu secretariado. O legislativo que aprova leis que não são cumpridas. O legislativo que deve sim promover o bem estar da população e defender o quadro servidor,principalmente quando a perseguição é tão explícita. Mas...O legislativo não quer atirar em ano político enquanto as coligações estão em aberto, não é mesmo?
 Esse negócio de me esconder do povo é besteira! Eu não nasci para chorar por votos nem por poder, eu nasci para amar e viver cuidando de gente e ser  feliz com a  escrita. Meia hora de blog ou de programa de rádio e  eu saio da caverna atirando até no satanás se ele inventar de sacodir garfinho e rabo na minha frente, preciso de legenda ou de mandato para isso? Para que me esconder? Só sendo coisa de gente abestalhada ,né?

 Entenda que se desabafo na cara é por que não apunhalo pelas costas...Dê ouvidos a Zil, vá dando ... mas antes pergunte a ele quem foi que subiu em cima de um trio elétrico, parecendo uma macaca de auditório, para fazer zuada por ele. E sabe para que? Para ele vender a candidatura dele  por R$ 2.000,00 a Roberto Flávio e passar um bocado de dias sumido aqui de casa, por que quem estava rouqinha de falar por ele e até aprendeu a cantar aquela música MISERÁVEL  dele não era nenhuma pombinha lesa que não atira para lado algum . R$ 2.000,00?!!! . Preço de uma noite que pode até ser agradável  com uma quenga de luxo, daquelas que tem tome lá as lapas de coxas e a bunda empinada...E não muito longe, logo ali  em João Pessoa...
Pergunte também  a ele quem foi que pediu para ele não levar Roberto Paulino a Sertãozinho, e por que pedi? Por que Roberto estava desaforando e desrespeitando Antônio Ribeiro, e sem nunca ter feito nada por Sertãozinho..Viu? Antônio nem sabia dessa, mas agora ficou sabendo..Quantas vezes os que não babam têm mais consciênica e consideração... Zil não me ouviu e levou o homem para Sertãozinho...Resultado? Achei sacanagem, discuti com ele e tudo mais ... Eu tenho visto muita gente ingrata na minha cara, Rony...É pór isto que atiro, e se atiro  boto logo na testa que é pra  se não matar do bofe,mas pelo menos  fazer doer os miolos.
Gosto do meu primo e gosto de coração, mas Zil é cara de momento, de farra, de brincar...Não é cara da pessoa marcar política com seriedade por que nem a vida política dele ele leva à frente, e viagem com ele? Marcou lascou...Fica a pé e esperando, por que o negócio de Zil é ter compromisso com Edgar Gama, conversar umas coisas engraçadas com Adelson Souza, dar umas voltinhas na praça,  se enxerir de palpitar sobre a política de Belém e de outros lugares, cheirar Maria e os meninos, pegar uns filminhos na TV, dormir , acordar  e começar toda essa vidinha de novo...
Intriga comigo ele não pega nunca, por que ele é apaixonadinho por qualquer um da  família, tanto que nem tudo o que sofremos Zil pode saber, por que  ele inventa de ir comprar a zuada.
Espero manter o vínculo com a sua confiança, vereador Rony Vieira, continuar digna da sua amizade e admiração. Nunca procure saber de mim ou sobre mim com ninguém. Eu sou o que sou: sem tramelas e sem enfeites.Amada por quem gosta da verdade, odiada por mentirosos, invejosos,incompetentes e ...claro, por quem não consegue me dominar!


Se a política é um jogo , coitado de quem tentar mexer no
meu limite de paciência usando jogadas feias e truques  repetidos
Ou esse G4 se ajeita ou eu quebro o controle e viro o game


Nota: Talvez seja por certas coisas que Patrício tem crescido debaixo da venta dos sabidões. Vocês nunca sonharam em ser bobinhos pelo menos do meio dia para tarde? Pode ser que a inocência e a bondade gerem melhores frutos!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

1 comentários:

  1. Bom dia, Edilene!!!! Parabéns pelo desabafo/longo texto! A escrita e a coragem servem também para isto: Colocar para fora algo que está atravessado na garganta ou tentando sufocar o coração, talvez. Gosto de gente sincera, corajosa, verdadeira, mesmo quando a verdade não soa de maneira agradável ou não é nem de longe aquilo que alguém gostaria de ouvir. Mesmo assim, meus aplausos à verdade, à sinceridade e à coragem!!!
    Muito grata pela indicação do meu Blog. Na próxima quarta feira podes vir aqui em casa pegar o questionário e as fotos ou preferes que eu mande por e-mail?...
    Tenha um domingo excelente.
    Beijos poéticos no seu coração!

    Aparecida Ramos

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.