TEXTO COM DOIS FOCOS NARRATIVOS, PARA FALAR COM AMBAS AS PARTES QUE TOCAM O PREFEITO DE SERTÃOZINHO

Hoje eu não tenho como dizer  apenas  que ele é perseguidor,uma vez que  só não sabe disso quem mora em Marte, pois até a Europa lê este blog e os outros blogs que lançam assuntos sobre a sua personalidade .
Hoje não quero dizer ao prefeito o que já disse pela manhã quando tentei encontrar nele, ou que ele buscasse com os seus secretários,  as respostas que fui buscar sobre o meus salário, e não encontrando respostas coerentes  tive que afirmar para o gestor: Seu abuso de poder  atua muito sobre a vida de  quem está trabalhando,mas paga salário integral a muitos que não batem um prego numa barra de sabão. E ele desmentiu? Como desmentiria?  ...Ele, no auto do seu comportamento autocrático,  disse que faz com os cargos comissionados o que bem quiser, por que são dele... Os cargos não são seus, nomear é que é da  sua competência sim, prefeito...Mas nomear a quem trabalha, sabe? Por que quem paga para  gatos barbados  ficarem ouvindo  sobre a vida de um e de outro na  praça é Papai Noel ou contratante de detetive. A estes afilhados o senhor  deveria pagar  com o seu  salário e não com o dinheiro público!
Ele falou que a minha vida é escrever sobre ele neste blog e que está com muita coisa impressa, assim que  eu procure o MP para falar sobre os assuntos que tentei resolver, eluciidar com ele hoje. Tentando o meu silêncio de acordo com o medo? Pois eu nasci para morrer de morte, de medo não, prefeito.Vai mostrar tudo o que eu escrevo...E eu estou morrendo de vontade que  ele vá mostrar tudo isto ao MP...Por que eu quero saber onde é que existe lei trabalhista ferida, e fuga à impessoalidade  para tratar os administrandos  que  o senhor não gosta,  que possam ser analisadas de acordo  com a minha liberdade de expressão. Liberdade esta assumida, não anônima. Onde eu errar no que escrever estarei analisada à parte do meus vencimentos de servidora, portanto, que o prefeito ou qualquer outro, sentindo-se ofendido busque a justiça ,  prove conforme a lei,   e que eu seja julgada . É por isto que assino o que escrevo, para não ser poste intocável, nem covarde enfeitada pelo suspense. E, sendo julgada , se considreada   culpada,  tenho certeza que a justiça saberá aplicar  as penalidades, talvez as que o senhor vibre de feliz, talvez algumas que lhe deixe decepcionado, por que as leis que o senhor ignora como direitos dos servidores  são de igual valor  às que  o senhor também não domina. Teria eu medo de lavar banheiros, varrer a praça, tentar falar sobre  Português , História ou Filosofia.? Teria vergonha de ser útil à sociedade cumprindo pena  que me exigisse  falar ao povo sobre saúde, política, educação? Eu , depois da sua perseguição, já estou mais pobre mesmo...Por que deixaria meu semblante triste se tivesse de pagar cestas básicas para uns e não trazer nenhuma para os meus filhos ? Será que eu iria   parar na cadeia por que desabafo ? E se fosse  será que me sentiria entediada ao escrever Memórias do Cárcere  em versão feminina?
 O que lhe daria algum sabor de  vitória sobre mim não está no seu abuso de poder, não está  na  justiça, tão pouco em algum erro meu, está no seu sonho antigo e no seu  desejo contemporâneo de que os servidores não se organizassem  em um sindicato e ,mais ainda, que o povo não  quisesse  ver Geraldo Vieira no poder novamente, daí os seus dois maiores  motivos de odiar a quem se reúne no sindicato ou  tem  Geraldo Vieira como  melhor opção.  Agora preciso desenhar ou escrever com letras gigantes?
  TENTANDO QUE O SOFRIMENTO  E  O  MEDO DESEQUILIBREM  A MINHA PERSONALIDADE E QUE EU VENHA A SER O SILÊNCIO? SILÊNCIO QUE SERIA  ENTENDIDO POR SUA VAIDADE  COMO SUPOSTA ADMIRAÇÃO ? NÃO É A MIM QUE O SENHOR GOSTARIA DE CALAR, MAS  AO SINDICATO QUE JÁ ESTÁ MOSTRANDO CAPACIDADE E VITÓRIA DE ATUAÇÃO...É AO POVO QUE DISSE EM ALGUMAS PESQUISAS  É GERALDO, É GERALDO, É GERALDO. É AO SERVIDORES QUE NÃO BAIXARÃO A GUARDA E IRÃO À LUTA POR SEUS DIREITOS, É A   ESTE POVO QUE NÃO VAI SE CALAR E QUE  TAMBÉM VAI DIZER A MESMA COISA NAS URNAS, SE GERALDO FOR O CANDIDATO....
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.