DEM FAZ OPOSIÇÃO COM DOBRADINHA DE ESTILO: RETROSPECTIVA COM NALDO NUNES E ATUALIDADES COM FRASCINETE PONTES


Queridos e Queridas,

  O DEM de Sertãozinho está pegando oxigênio novo e respirando a quatro pulmões nas atuações de Naldo Nunes e Frascinete Pontes. Ontem o vereador Naldo buscou a restrospectiva como pano de fundo e relembrou a época em que Márcia Mousinho teve que ir à câmara municipal dar explicações sobre a compra exagerada de botijões de gás. Compra esta que à época os vereadores ficaram boquiabertos, pois seria impossível que a antiga casa do PSF consumisse tantos botijões .
Frascinete Pontes querendo fazer o  seu pronunciamento pediu ética e valorização aos assuntos que  são mais importantes para o povo de Sertãozinho. A vereadora criticava o lava roupas que Messias estava tentando promover ao discutir assuntos que teve em particular com o vereador Vando Cardoso a respeito da demissão de Dona Lúcia Ribeiro. Assuntos que no troca troca de palavras ficava claro o combate que, se recebesse  mais ouvidos e credibilidade, as palavras do vereador  Messias  provocaria a discórdia entre o presidente do PSDB, Vando Cardoso,  e os dois parlamentares do DEM. Estratégia da  paquera que o PMDB tem com o DEM, e que pela fala firme da  vereadora  Frascinete Pontes parece ser um sonho impossível de ser realizado, até porque para quem sabe ouvir bem um pingo de i é um dicionário, e ficou evidente que a vereadora quer fazer o seu mandato com intima fidelidade à sociedade. Pelo tranca educado, mesmo assim com fortaleza  de molho de chaves, é perceptível que a vereadora Frascinete deu um basta porque   mantém os pés no chão quando é a sua vez de se pronunciar e, claro,  tem ainda  o carisma mais acentuado para o amigo  de tantos combates, o vereador  Vando Cardoso.

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.