A QUE PONTO CHEGA A VIDA DE UM SERVIDOR PERSEGUIDO?


 Meninossssss e Meninassssssssssss,

 Estava eu , sentada na calçada de Doutor Manoel, batendo aquele papo com ele e Mauricio Pilão, quando chega Eremilton pedindo para conversar comigo, pedindo uma luz de esclarecimento...O coitado trazia um resultado de exame e um atestado com licença de 30 dias de afastamento. Grave doença está instalada na coluna do motorista.
Parará prá prá prá prá , li tudinho e falei:" -É, amigo, ou você obedece o repouso ou vai pegar em bomba."
Acontece que Eremilton está doente faz tempo. De vez em quando ele passava mal no trabalho e, quando olhávamos a pressão arterial dele o negócio não estava nada bom. Por este e outros sintomas o motorista era afastado do trabalho, depois das consultas e dos atestados. Ocorre que o rapaz falou-me ter sido vítima da desconfiança do prefeito Antônio Ribeiro e da senhora secretária da saúde, que desconfiavam que as doenças dele eram "inventadas"  e,  por este motivo, segundo Eremilton ele foi parar na justiça. Ontem estava o coitado do homem  falando-me sobre o medo de se afastar, mesmo estando doente e com um exame que comprova a péssima  situação da sua coluna.
O que acho interessante foi amontoarem atestados do motorista, levarem o caso à justiça, mas nunca terem se preocupado de tratá-lo como ser humano, cidadão e servidor. Por que a secretária da saúde, que tem conhecimento científico o suficiente para entender sobre determinadas doenças não teve o menor gesto de sensibilidade para com este homem? A quantos quiolômetros de distãncia eles trabalham e moram para que ela nunca o tenha  visitado já que ela tem que prestar contas da verdade para o prefeito que estava desconfiado? BALELA, minha gente! Que desconfiança que nada...É arenga de pé de pote mesmo! Eremiltom deixa de ser gente por que seu sangue não é PMDB positivo? Será que a senhora tem coragem de assumir isto, Dona Márcia? Era para esse homem ficar na direção de uma ambulância mesmo estando doente só por que ele não faz parte de uma polticagem mesquinha que ou está com vocês ou vai para o inferno da perseguição? Seria humano ele colocar a  vida dele e  a dos pacientes em risco?
Bem, meus amores, quero dizer a vocês, servidores ou não , que a lei 8080/90, a famosa LEI DO SUS, em seu artigo 6°, parágrafo 3°, regulamenta bem na base do explicadinho tudo sobre a saúde do trabalhador, ou seja , não é nada CRIAÇÃOZINHA  da bondade de alguém que está sentado em cadeira de prefeitura ou secretaria da saúde fazer  os programas que prestam assistência ao trabalhador. Tais programa são   direito nosso e da  OBRIGAÇÃO dos poderes fazê-los  existir. A humanização , salientada pelo SUS, leva em conta que o trabalhador não é de ferro.
Ademais, retocando o emboço do foco, qualquer pessoa que ouse duvidar de um  servidor que apresenta atestado médico, está em primeiro plano duvidando do médico que emitiu o atestado, e claro que atestado médico falso é crime, mas médico que se preza não vai ficar emitindo atestado falso para ninguém, porém não vai também pedir a carteirinha de filiado, simpatizante ou militante  do partido A ou B, nem se omitir da sua verdadeira missão que é defender a vida.
Em Sertãozinho não temos um serviço de saúde que se preocupe com os servidores, isto  já estamos cansados de saber, mas vamos ver quem vai encarar , por pura perseguição, o diagnóstico de uma tumografia computadorizada que Eremiltom tem em mãos !
Espero que os vereadores tomem posse dos seus direitos constituídos pelo povo durante todo o tempo dos seus mandatos  e abracem as nossas causas, inclusive a de direito à vida, à integralidade, à universalidade e à equidade, princípios do SUS nosso de cada dia!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.