SESSÃO ESPECIAL DA CÂMARA DE SERTÃOZINHO ,EM HOMENAGEM ÀS MULHERES, BOMBOU DENTRO DA CASA MOISÉS FELIPE E NAS CURVAS DAS CALÇADAS


Boa Noite, leitores e leitoras do Olho!

 Na noite de ontem(08/03) o espaço do prédio da câmara municipal de Sertãozinho ficou pequeno para receber a mulherada do município. Se muitas mulheres juntas podem ser comparadas a um jardim, a Câmara Municipal poderia tranquilamente ser comparada ,na noite de ontem ,  aos belos jardins da  Holanda...Eram muitas flores dentro da Casa Moisés Felipe  e ao redor dela.
Todos os anos o poder legislativo do município de Sertãozinho vem realizando a sessão especial do dia 8 de março em homenagem às mulheres. Com a ajuda de todos os vereadores, comerciantes e  muitas pessoas do município é realizado o sorteio de brindes e, por conta da câmara municipal é servido um lanche todo especial. Na programação do evento é facultado  aos vereadores    os discursos das homenagens e às vereadoras os discursos da sensibilidade com a qual  remontam conquistas através da linha do tempo e lutas que ainda continuam em busca de um espaço igualitário, mais humanizado e que corresponda  aos anseios femininos . A participação popular também é considerada, o presidente da Cãmara permite a qualquer pessoa fazer uso da tribuna.
A sessão de ontem foi presidida pela vereadora Aparecida Ramos. As vereadoras Maria Domingos e Frascinete fizeram da tribuna , respectivamente, o local de evocações para citações sobre a mulher ideal, versada pelo sábio rei Salomão e o esclarecimento sobre os programas  de atenção integral  à saúde da mulher. A assistente social Marly falou sobre a educação feminina e os seus direitos ainda colocados à parte de um tempo burocrático e tamponado pela realidade em que algumas mulheres estão inseridas. Aparecida Ramos focou sobre o assunto da violência contra a mulher e salientou o quanto as mulheres ainda estão tímidas no tocante a denunciarem seus agressores. Em seguida a vereadora apresentou uma das suas belas poesias.
Todos os vereadores discursaram homenagens para as mulheres, incorporando aos seus discursos a humildade de se reconhecerem dependentes do zelo, do carinho e da companhia de suas mães, esposas e filhas. Saudosos, em relação às mulheres que hoje já se encontram distantes do mundo mortal,os parlamentares deixaram a noite de ontem marcada por duas maneiras de comportamento honroso : um silencioso e reflexivo, quando o vereador Rony Vieira confessou a falta que sente da sua mãe, outro com as palmas que eles  iniciaram e foram acompanhadas por todas as pessoas presentes, palmas de reconhecimento  pela  bela  maneira de viver e o belo exemplo que nos deixou  a senhora Detinha.
Na sessão de ontem, além do grande público feminino que costuma comparecer à  tradicional homenagem,  pessoas como a pastora Ana, o vice-prefeito Geraldo Vieira, os radialistas Edcarlos Monteiro e Tony Souza estavam presentes, prestigiando uma das mais belas sessões da Câmara Municipal de Sertãozinho.

Não brinquem com Bertony, porque dentro deste menino reside um grande político...Ele enfiou a mão na massa e, à porta da câmara municipal, por sua conta e risco recepcionou  todas as mulheres, entregando a mensagem a cada uma  e dizendo Seja Bem Vinda!
Não brinquem com Galego. Dentro deste cara reside um grande observador político...Galego vai, Galego vem...Galego sabe como ninguém para quem as coisas estão melhores!

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

2 comentários:

  1. Olá minha querida amiga. Nada mais justo do que homenagear a mulher. Infelizmente, no meu ponto de vista, a mulher não deveria ser só homenageada no dia 08 de março, mas nos 365 ou 366 dias do ano; pois não vivemos sem mulher, seja mãoi, esposa, companheira, amiga... bjo

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você, Marcos, mas você sabe que existem homens e HOMENS, e é partindo dessa realidade que fica fácil de entender porque o calendário da consideração e do carinho pelas mulheres vai para o beleléu!

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.