Quando eu falo com cachorro é assim!


 Estava aqui pensando com os meus botões sobre as vezes em que as mulheres são ludibriadas pelos homens. Não pensava no tipo de ludibriação que leva uma "infeliz" para a cama, arranca-lhe a roupa e empurra-lhe alguns 10 centímentros de  banana ambiciosa,  por que acho piegas a mulher se envolver com o cara e, só depois se dar ao trabalho de descobrir que ele é um bicho como um rato qualquer . Chorar,  por falta de bom senso , porque levou bananadas podres, por  não ter  procurado saber antes com quem estava se envolvendo, é coisa para quem não tem emoções melhores para  o derramento das lágrimas. Melhor esconder a sete chaves que conheceu um traste desses, filha! Afinal , para que sair desabafando certa bagaceira  por aí,  se você não foi a primeira  a cair na ratoeira, e se a desgraça não foi  tão grande assim?  Na hora do rala e rola, quem não consegue controlar o  calor da carne que lucre a sua parte no incêndio.É claro que durante aquele  "instante mágico" , se não foi estupro, se o desgraçado não tinha mau hálito , chulé,ejaculação precoce, unhas sujas e suor que fede a bode, a mulher lucra  boas sensações também. Falar mal dele lhe imputará uma cara de  jogada fora e despeitada...Cale a boca, filha, e toque a vida. Nem vire a Rapunzel na torre  esperando ele voltar, nem vire a Jane cantando Não se vááááá, eu já não posso supoooooortar esta minha vidaaaa de amarguraaaaa!
Poxa! Quase deixo de falar sobre o verdadeiro motivo que inspirou-me tal postagem, porque algumas coisas lembram  outras...

           Pensava em uma ludibriação do tipo cara cachorro, porque de cara rato  eu já sei que depois que sobe as calças, vira o mesmo morador de esgotos que sempre foi...Os cachorros são os que usam dinheiro de mulher, inteligência de mulher, bondade de mulher, boa vontade de mulher, zelo de mulher e, sem titubear , sem o menor peso na consciência , magoam mulheres que iam muito bem sem eles, mulheres que construiram algo com os próprios esforços, com qualidades seguras e sensíveis e, sobretudo, com o caráter de vencedoras e verdadeiras.
Estou desbocada ? Pois é, não sou santa. Não tenho a menor gota de sangue que sirva à hipocrisia, e não tem palco político que venha a ser motivo para eu  trocar de cara ou jeito, só para disputar votos com um monte de gente que tem uma cara bonita, um sorriso sonso , mas um coração negro. Estou muito chateada, porque um cachorro mudou a minha senha do e-mail e, claro que fez isto para barrar a continuação do Olho de Mulher no ar e dar aquela olhadinha básica nas minhas correspondências.Por que tamanha desonestidade? Deve ser para cumprir o vício de fazer o mal a quem  já lhe fez o bem. A internet tem dessas coisas, mas eu sei muito bem quem sabia a minha senha e quem perdeu a minha confiança!
Iniciei falando sobre os caras ratos, porque estes ainda são bem menos canalhas que os cachorros. Em matéria de caráter, muitas vezes os ratos ludibriam para conquistar a matéria mas, dificilmente  invadem territórios particularmente   limpos.
        Quer ver eu "macha"? Mexa no que é estritamente meu!
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.