E se fosse verdade aquilo que parece brincadeira ou mentira ?!



Gente,  que calor! Estava aqui moendo suor dentro da camiseta, e achei muito bom   uma amiga chegar à porta e me chamar para batermos um papo na calçada...Papo vai, papo vem.Coisas de mulher e tal e tal ...Ela falou-me de um carinha que disse certa coisa para ela hoje. Mas disse que ele parece que falou brincando , mas parece que  falou sério...Ou falou sério e fingiu que não falou (é assim o almoxarifado de interpretação  na cabeça da  mulher). Depois  perguntou-me se declaração de amor de um "bêbado" é confiável. ... Mulher é bicho complicado que é danado.Faz uma movimentada de liquidificador na cabeça e sai com cada pergunta que enrola qualquer meio de campo...mas, para certo "causo", lembrei do  trecho de  uma música do Wando que pode explicar  legalzinho isto de" bêbado" falando de amor:


Tem dias que eu visto fantasias
E finjo que acredito no que vejo
Eu saio procurando companhia
Pra dividir comigo o meu desejo
Então me realizo nesse sonho
Já não disponho de outra realidade
Eu sempre acredito nas mentiras
No fundo as mentiras são verdades...

Acredito que sim. Declaração de amor, saída da boca de bêbado  pode ser o alívio causado pelo  " soro da verdade" ou por alguma situação...É tipo um disparo sem querer !
Pensando bem... Se o cara tem tempo de sobra para descer mais uma, bater papo com o seu grupo de amigos, conversar besteirol , ir pra casa ou pegar destino  para outro bar...Por qual motivo ele iria trocar  tantas opções por  palavras bonitas para o  ouvido de uma mulher? Bêbados diminuem a quantidade de palavras compreensíveis e objetivas, mas não inventam nada, por que os neurônios dele estão maluquetes, descontrolados! Não sei por que as pessoas não percebem isso...
Perocoteteco e tal e coisa... Colocamos mais um "causo" na agulha. E chegamos à conclusão que complicado mesmo é saber se tímidos se "embebedam" com churrasco de coração, meu amorzinho. Porque botar coração na brasa e dar em nada é que é desmantelo em banda de lata,pois, se tem um bichinho que tem autocontrole, este bichinho é um tímido ou, no pior dos casos, um cauteloso ao extremo!
Pois é...Para as pessoas que não sabem se acreditam ou não nas palavras que saem, quase sem querer da boca de alguém, não dou opinião. Prefiro falar sobre o modelo  Carpie Diem ( aproveite o dia), por que é melhor um "bêbado" nos braços hoje  que nenhum caído ao chão amanhã.

Apesar de toda música ser sempre de alguém para um só alguém, algumas músicas  são tão legítimas  que jamais conseguiriam ser universais...E são verbos de recíproca.
Param pam pam pam.Calçada não tem cama, bateu o sono, ela disse  até amanhã, eu também, e lá se foi minha amiga pensando em realmente acreditar no "bêbado", rindo e cantando a segunda parte da música do Wando:

Viver é deixar rolar os sentimentos
A gente está perdendo tanto tempo
Preciso resolver meu coração...
Viver...É pôr o  nosso amor em movimento
A gente está perdendo tanto tempo
Eu quero me perder numa paixão...


      
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.