Sertãozinho: Segundo os grupos de oposição, a máquina do poder usa agulha que não ponteia


Olá Blogolhentos e Blogolhentas!

Perdão, gente.  este texto foi postado ontem sem ter sido  corrigido,  porque  o pc travou. Eis o motivo de alguns erros de português,inclusive  parágrafos incompletos. Agora ,depois de corrigido, o texto está melhor.

         Como andam as coisas? É isto o que uma blogueira mais escuta. E ,quando sei como as coisas andam, sinto  um prazer imenso em repassá-las  para vocês.  A nova que vocês já sabem é a aliança entre o PT e o PMDB de Sertãozinho, mas como é do meu costume desossar a verdade e escrever o que escuto ou vejo... Vamos lá. Primeiro fato importante:  Pelo que ouvi hoje nas rodinhas, a aliança era esperada e não assustou aos grupos da oposição. Segundo fato importante: de acordo com os debates que também ouvi hoje NENHUM OPOSICIONISTA vai para a situação de graça e à seca. Por debaixo dos panos, os veteranos se diziam   cansados de saber que onde cacete, dinheiro ou promessa mirabolante chegarem e não derem jeito ou reunirem adversários rebeldes ou os que estão abertos às ofertas,  foi porque o pau era curto, o dinheiro era pouco ou   a promessa foi feita em lingua grega. Eitcha! Como a políticagem é feia,né?
Os argumentos que  estavam nas bocas dos oposicionistas, tanto do grupo primário (DEM) quanto do secundário (PSD) , foram debatidos conforme o que elenco abaixo:

1. Genilza, em uma campanha para vereadora teve o apoio maciço de Raquel...Não o tem mais, porque Raquel é oposicionista primária, sem arredar o pé para a situação.O que significa também que, votos para membro do conselho tutelar e votos em eleições municipais mostram números  completamente diferentes e , se fossem iguais, estaria mais provada a força de Raquel, por que Néia está eleita, apesar de o mandato findo de Genilza estar bem mais recente que o de Raquel.


2   Genilza e José Mauricio não foram destratados  por nenhum grupo da oposição (eu não sei...Não participei desses diálogos). Aceitaram uma aliança mais promissora para os seus desejos ,  encontraram a melhor oferta no PMDB  e lutarão por Márcia, para verem seus desejos realizados. Tal coisa passa muito longe de apoiar a um projeto em prol da sociedade, principalmente projeto que visa o melhor para os mais carentes. Estas palavras serão, de acordo com o que entendi, as palavras chaves de quem vai criticar o PT ter virado  partido situacionista "da noite para o dia".

3 José Mauricio  teve muitas dúvidas quanto ao seu potencial, pois, deveria ter fechado tal aliança antes da eleição do sindicato, não o fez por temer um resultado negativo que desmoronasse o seu sonho maior de SER VICE ( e que foi "ameaçado ou desbotado" depois que o nome de Rony começou a ser suscitado pelo povo, para compor chapa com Geraldo Vieira). Caso a aliança do PT ocorresse antes da eleição do sindicato dos trabalhadores rurais,  e  o raio x de tal  eleição interpretasse um resultado nada bonito , ao já estar unido  ao PMDB  José Mauricio não seria mais enxergado como antes. Não interessaria mais ao PMDB ter o seu nome em uma chapa.De onde saiu tal ideia brilhante? Poucos duvidam que não tenha sido do único gênio gregário, o senhor Tadeu Catão:" ...Fazer aliança sim, mas só depois da eleição do sindicato".Não sei...Acho que se Tadeu quisesse fazer política estaria pré-candidato.A meu ver, ele quer apenas terminar o seu mandato na boa , sem rompimentos e sem bochichos.
Esse negócio de Zé Mauricio  ser  possivelmente o vice  Geraldo, parece ter sido  convite do grupo, e não um pedido dele (Zé Mauricio), é bom deixar isto claro aqui. Parece que a coisa se complicou em simpatia Zé Mauricio & Geralvandistas, quando o possível rompimento de Rony fomentou a opinião popular  de Rony ser o melhor  vice de Geraldo. A queixa de Zé Mauricio, mesmo que não confessada, pode ser a mesma que é a principal de Patricio: Deixam os mais antigos que estão no grupo para abraçarem os recém-chegados. Não posso garantir, gente, mas é o que imagino...Coração dos outros é terra que ninguém anda. O que verdadeiramente fica evidente é que a falta de diálogo está acontecendo e a responsabilidade deste jogada às costas somente de alguns. Além disso, o silêncio de outros pode interromper o calor do forno.Val.uma brecha aqui: Alguém ouviu da boca de Rony que ele chegou para a oposição ou para formar chapa com Geraldo?  Se ouviu vai ganhar medalha de ouro, porque eu nunca ouvi , e desafio a quem ouviu colocar isto no ar. 
   


4- Oposicionistas não louvam a aliança PMDB /PT/PP como um grande sucesso, devido ao fato do PMDB estar comendo a corda de Maurisio Pilão, . E ,neste momento, alguns zombaram com " o cabra mais votado que já se viu em Sertãozinho." E zombaram mais um pouco: "O mesmo que queria apresentar o irmão como candidato a prefeito de Sertãozinho, mesmo sem o senhor Zé Orlando querer tal coisa ou ser filiado a algum partido do município."

5-Se juram que desmiolaram a oposição estão enganados,pois, se ocorrer de Micael unir-se aos fantásticos jogos de Mauricio Pilão, vai ser bem provável que isto venha a unir os dois grupos da oposição, e aí é que saberão onde a porca torce o rabo...Estavam tão concentrados em traçar todas que até esta passou pelas cabeças deles. No entanto, houve os que disseram que Micael pode mostrar-se muito mais maduro do que se imagina, e tomar rumos diferentes dos planos de Mauricio Pilão, inclusive diferentes dos planos do próprio pai, devido a um desagrado de Micael com alguém do grupo. Guardaram esse segredo...Qual seria o desagrado de Micael e com quem seria? Será que procede mesmo? Não disseram não...Calaram as bocas.Acho que lembraram do Blog. Ô desgramaaaaaaaaaa, quando eles lembram do Blog , eles calam as bocas...E eu fiquei doidinha pra saber e para dizer para vocês  também.

Assim falou um dos mais danados:

 "- E pensar que tudo isto começou depois que Mauricio Pilão ouviu um zum zum de "se  tenta  aqui ", botou o olho destamanhão para "se tentar"...Tomou o PP de Micael, e agora o  PT foi quem se deu bem, indo na frente. Mauricio continua um caronista, porém, é quem está fazendo a estratégia que deixa estática a futura campanha de Márcia que  nem desce nem sobe ( Hummm será mesmo?!). Parada no mesmo lugar,  a agulha não firma o ponto...(?)

Um pouco de paciência não teria feito mal algum ao PMDB, por um simples motivo: Vanderley sozinho tem mais valores que o PMDB consiga assumir. Ih! Alerteiiiiiiiiiiiiiiiii. Escapoliu, mas ouvi isto também...E da boca de cabra grande.

Observação: Ouvidor não merece pancada.Todo o texto foi organizado de acordo com tudo o que eu ouvi saindo de algumas  bocas que fazem  política há muitos anos em Sertãozinho.

O que penso? Nenhuma aliança deve ser desconsiderada, tão pouco subestimada. Creio que a partida do PT para o grupo do PMDB enfraqueceu um pouco o grupo de Patricio, uma vez que falava-se, em grupos políticos  e na cidade, que Zé Mauricio poderia ser o vice de Geraldo, mas era mais simpático à pré-candidatura do Mago. Também acho que Mauricio Pilão pode influenciar a campanha usando dinheiro do próprio bolso, depois que se empolgar. E, somente  para tentar alavancar a quem apoiar, tudo por uma questão de capricho e dinheiro sobrando, Mauricio pode investir sem pena, mas não creio que ´haverá retorno de lucros para ele. Quem vai se dar muito bem com a empolgação de Mauricio é   o PMDB  que , unindo o útil ao agradável, estará dando uma carimbada de adeus a mais um que certo dia foi adversário.
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.