Suspeito de ter degolado as sete pessoas foi contratado por 50 mil


Um dos homens presos sob suspeita de degolar sete pessoas numa fazenda em Doverlândia, no sul de Goiás, a 403 km de Goiânia, confessou o crime e disse que o assassinato foi encomendado por R$ 50 mil pelo sogro do dono da propriedade, o "Alcides do Supermercado".
Além do fazendeiro Lázaro de Oliveira Costa, foram mortos seu filho, Leopoldo Rocha Costa, e o vaqueiro Eli Francisco da Silva, funcionário da fazenda. Miracy e Joaquim Manoel Carneiro, o filho do casal, Adriano, e a namorada dele, Tames Mendes da Silva eram amigos do fazendeiro e foram ao local para fazer uma visita. Acabaram como vítimas do crime também. Ao total, foram 7 mortes.
          Aparecido Souza Alves foi preso em flagrante nesta segunda-feira pela polícia. Ele estava com o tênis sujo de sangue e com alguns pertences das vítimas. Ele contou que recebeu R$ 700 de adiantamento pelo assassinato da família.

  Ainda segundo a mesma fonte, Celio Juno Costa da Silva, sobrinho do fazendeiro assassinado, e um pistoleiro identificado como José de Ribeirãozinho, também foram contratados para realizar o crime. Celio e Alcides já estão presos e o outro suspeito continua foragido.

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.