China pode ser destino para estudantes brasileiros

Brasil e China assinaram nesta quinta-feira (21) acordo para intercâmbio de estudantes no âmbito do Programa Ciência Sem Fronteiras, com a participação do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Guimarães. O documento, que envolve a Capes e o China Scholarship Counsil, beneficiará até 5 mil estudantes brasileiros de 2012 a 2015.
A parte chinesa oferecerá, anualmente, 250 bolsas de estudos. O Governo chinês isentará mensalidade e taxa de matrícula de 600 vagas. Essas ações compõem parceria estratégica mais ampla, articulada pela presidenta Dilma Rousseff e pelo primeiro ministro da China Wen Jiabao em encontro bilateral entre os dois chefes de Estado na tarde desta quinta-feira.
Pelo acordo, serão oferecidas bolsas de estudos nas áreas prioritárias do Ciência sem Fronteiras – como engenharias, ciências da natureza e energia renováveis – para cursos de graduação, graduação sanduíche e pós-graduação. As vagas estarão disponíveis em instituições que ofereçam aulas em inglês.
Os dois países também firmaram parceria para a criação de um centro de cultura brasileira na China e um centro de cultura chinesa no Brasil – o primeiro na América Latina. “Com isso, pretendemos estimular a difusão tanto da cultura dos dois países, quanto da língua”, ressaltou o ministro Aloizio Mercadante.
Além disso, outro acordo garante o desenvolvimento da pesquisa nas áreas de nanotecnologia, biotecnologia, telecomunicações, oceanografia e proteção ambiental. Também está previsto, no âmbito da ciência, tecnologia e inovação, acordo no setor aeroespacial para lançamento de dois satélites até o ano que vem.
Portal Correio

Postar no Google Plus

About Sergio Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.