Mandante do assassinato de Batista Neto é condenado a 15 anos de prisão


Após 10 horas de julgamento, o mandante do assassinato do radialista Batista Neto - que atuou em rádio do Sistema Correio de Comunicação em Mamanguape -, Miguel Paiva da Silva, foi condenado a 15 anos de prisão.
A defesa disse que vai recorrer da decisão anunciada nesta terça-feira pela juíza Fracilucy Rejane de Souza Mota, da Comarca de Mamanguape. Mesmo sendo condenado a 15 anos de prisão, o réu Miguel Paiva da Silva vai responder em liberdade.
Além de Miguel Paiva, mais quatro pessoas estariam envolvidas na execução do radialista. Batista Neto foi morto com três tiros no peito dentro de casa em julho de 2005 e, até então, o processo vinha se arrastando na Justiça.
Segundo o Ministério Público, o atropelamento de um filho de Miguel Paiva pelo radialista foi o motivo da encomendação da morte. Batista Neto trabalhava na Rádio Correio do Vale FM, em Mamanguape.
:Fonte: Portal Correio

Postar no Google Plus

About Sergio Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.