O DIÁRIO DE UMA CANDIDATA POBRE - PÁGINA IV


DUAS FASES ENGRAÇADAS QUE ACONTECERAM DURANTE A CAMPANHA

 Nem tudo é só horror durante a campanha eleitoral.Ás vezes também acontece horror com humor. Acontecem coisas que depois do caso passado, a pessoa se lasca de tanto rir só de lembrar. Lembro que certo dia  os candidatos se queixavam demais, de tanto que não tinham condições, e  reclamavam que crescia o número de  pessoas  que começavam a pedir coisas exageradas,  quando eram visitadas. Ouvindo essa queixa geral, eu fiquei calada, calada... Mais cismada que mulher rendeira. Chegando à logística  bombástica da minha realidade, mas mantinha-me calada. Estávamos em cima de uma caminhoneta preta, levando tudo que é solavancos dos pneus que brigavam com os buracos da estrada de barro.A hora? Por volta do meio dia. Sol no lombo, fome e cansaço era tudo o que não faltava nas nossas vidas. 
O lugar mais confortável do mundo é aquele onde você tem amigos

Voltávamos da zona rural e pegue papo de candidato em torno desse tipo de queixa principal. Depois que todos reclamaram sobre suas condições financeiras eu disse:
- Está acontecendo algo muito estranho com esta minha campanha...Ninguém me pede nada...Eu, heim!!! Isto me leva a crer que ou votam em mim na base do 0800 ou nem  se eu andasse dando milhões. 
Eles caíram na risada. E nesta hora perceberam que mesmo diante das dificuldades temos que ter bom humor. Eu costumo dizer que as coisas só acontecem no tempo certo...Então,logo penso: Para que perder o gosto de viver sorrindo?
Uma outra coisa danada de engraçada que aconteceu foi quando Menino X pousou  de cidadão desaforado nos ouvidos do brejo todo. Aqui não estou colocando o nome de ninguém, por isto vou tratar esta pessoa como Menino X.  Menino X ligou para um programa de  rádio, para detonar sobre o PASEP atrasado. Falou bem que só a moléstia, parecia mais candidato que qualquer de nós da oposição.Na noite deste mesmo dia que Menino X detonou no rádio houve comício da parte criticada. Então, estava eu na casa de Menino Gentileza, e conversamos tanto que quando olhei a hora já ia bem avançada para alguuns Fui ver se dormia pela casa de Menina India. Oxent. Já estava com a porta fechada...Mas Menino X estava na esquina e disse:
-Oxe, Mulher, tu dorme lá em casa. Só assim a gente bate papo até umas horas. 
Fomos pra casa dele. Daí que ele me ofereceu doce e tal e coisa. E eu sem querer nada. Então, ele comendo o doce,  disse:
-Já já a gente senta na calçada pra tomar um ventinho. Ainda está cedo. 
Fiquei felizNão gosto de dormir cedo...
Depois que ele comeu o doce , bebeu água , deu uma risada daquelas que só ele sabe dar  e   disse:
 -Êpa , Nega! Muito cuidado nesta hora! Estou lembrando de uma coisa... Não vamos sentar na calçada não, pode esquecer de calçada...Tá lembrando que hoje eu liguei para o rádio e detonei sobre o PASEP que não foi pago e o salário dos professores? Não estou nem doido de colocar nossas vidas em perigo na calçada. Vamos dormir que é o melhor que a gente faz. 
E aconteceu que  dormimos na mesma cama, eu e menino X. Quando ainda era madrugada...Eu com aquele soninho pesadooooo, escuto aquela voz lá longe. Despertei... Olhei para a porta do quarto e dei de cara com Mulher Branca de Neve:
 -Levanta dessa cama, mulher. Aquela grávida que te procurou ontem está passando mal pra ganhar bebê. 
Minha nossa senhora. Pulei da cama, ajeitei os cabelos, escovei os dentes  e entrei no carro que já  tinha até a grávida dentro  me esperando. Lá fomos eu e Homem Gentileza levarmos a mulher , o esposo dela e uma amiga para a maternidade... Mas eu ia com o olho no padre e a cabeça na missa. Olhava Homem Gentileza abrindo a boca e fechando ( morto de sono) e puxava conversa pra ele não cochilar ao volante...Ao mesmo tempo pensava...” Mulher Branca de Neve vai tirar o meu couro quando eu voltar dessa viagem , porque me pegou dormindo com Menino X...Não se preocupem, leitores, porque Menino X é só um grande amigo, não faz mal nem a uma formiga, porque não gosta da fruta. Por este motivo mesmo é que a zueira de Mulher Branca de Neve seria maior ainda. Ele é um cara legal demais, porém, quando quer ser muito trabalhoso Xiiiiiiiii sai de perto, ele é muito trabalhoso. Como uma criança que, por um fiapinho de raiva vira a casaca , troca de partido, veste outra camisa, coloca outra bandeira na casa dele. Pois é, um belo dia fizeram raiva ao Menino X. Daí que eu estava em casa quando meu celular tocou. E quem era? Menino X , tão bravo no mundo que parecia um siri na lata. Disse que iria romper, que iria apoiar outro candidato a prefeito, e que já tinha arrancado as faixas e os adesivos de todos os amigos da coligação Sertãozinho para todos ...Que ele mesmo, por vontade e ousadia, havia colado na fachada da sua casa. Eu , longe e sem poder fazer algo, liguei para o Homem Gentileza:
- Oi, tudo bem, Homem Gentileza?
Lá de longe veio aquele bocejo de sono e a resposta:
- Tudo sim. E você como está?
- Estou preocupada. Menino X acabou de me telefonar. Está revoltado, disse que não quer mais papo com o nosso grupo. Vai apoiar outro candidato.
Nunca pensei que até Homem Gentileza fosse capaz de perder o juízo com campanha eleitoral.
Ele disse: -Eu quero que Menino X se lasque! Quero que Menino X vá pra puta que pariu! Estou cheio, estressado, doido com essa campanha . Menino X dá muito trabalho, deixa qualquer um mais maluco do que já é. Deixa ele ir para onde quiser, deixa...
 Eu fiquei calada. Homem Gentileza ficou também. Depois ele voltou ao normal e pediu para que eu ligasse para outra pessoa. Nada mais nada menos que para Homem Bomba:

-Ligue para Homem Bomba. Veja se ele resolve isso, para manter Menino X conosco. Eu não tenho a menor condição de ir falar com Menino X.
Ave Maria! E tinha gente mais estressada que Homem Bomba durante essa campanha?
Mas, tudo bem...Tudo por um eleitor... Liguei:
- Alô, Homem Bomba. Onde você está?
 - Em Guarabira, com uma pessoa doente. Aconteceu alguma coisa?
- Menino X vai nos deixar. Acabou de ligar para mim. Falei com Homem Gentileza, mas...
 Nem deu tempo de eu terminar a frase, explicando o que Homem Gentileza falou. Homem bomba explodiu igualzinho Homem Gentileza:
-Eu quero que Menino X vá pra puta que pariu! Esse cara me deixa doido! Porra ! Quando não é uma coisa é outra que ele inventa, Cara! Ligue pra ele e mande ele ir endoidecer o satanás com reza, ligue. Não tenho mais nervos para ir falar com ele ,não... Espere aí, não ligue não. Onde é que o porra está?
Falei: - Ele ta lá na casa do menino Galeguinho dos Olhos verdes.
 - Sei. Vou lá, levar aquele Menino X pra outro lugar, senão ele cai dentro do arrastão dos caras hoje mesmo.
E assim, Homem Bomba fez. Ficou calminho, foi lá na casa de Galeguinho dos olhos verdes, conversou muito com menino X e o danadinho do X trabalhoso ficou calmo, tirou o resto da campanha ao nosso lado. 
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.