O Rei de Jacaraú : não é rei aqui, não é rei lá. Não é rei nem no olho do...



Estou bege da silva sauro...Beginha, beginha!!!!
Como é que em plena época das luzes democráticas João Ribeiro( PMDB), o prefeito eleito em Jacaraú,   teve a triste coragem de desfilar trajado de rei? Sinceramente...Não há graça nisso!
Por mais que ele tenha as desculpas de ter sido uma brincadeirinha ou uma homenagem de uma eleitora, isto é inaceitável para qualquer pessoa que tenha  noção de tempo e espaço dentro de um país democrático e republicano.  Isto foi deboche de mau gosto e creiam, senhoras e senhores, deboche não só com os adversários dele naquele cidade, mas deboche com o tipo de governo do nosso país...Mesmo que indiretamente, foi sim!
Como é triste saber que  uma grande parte da sociedade brasileira se aceita como inferior e manifesta delírios em suas idolatrias que "endeusam" as pessoas depois que elas conquistam o poder. Homens não foram feitos para serem carregados como ídolos. Lugar de homem público não é no andor, muito menos nos ombros de outro homem. Lugar de homem público é no chão com os pés firmes na poeira, a cara enfiada na realidade, os braços desenrolando o trabalho e o pensamento a favor de espalhar o  bom exemplo.
O poder  derivado da democracia  não é para servir majestade a seu ninguém. Nada de cetro, nada de trono , muito menos  um carro dourado e um desfile de "rei" combinam com o que devem exibir os senhores  e senhoras eleitos pelo povo deste país O poder que emana do povo é para servir mérito àqueles que, com muita igualdade, distribuirão  o  bem comum..
O homem democrático não é o líder que puxa uma multidão para segui-lo como se ele fosse um deus . O líder democrático  é um lutador pela igualdade e, por se sentir parte de uma sociedade que tem os mesmos anseios que os seus, ele segue humildemente atrás da multidão que nele confia . Confia tanto que  o guia até o poder.
Tomara que Jacaraú tenha boa sorte de janeiro em diante. Tomara que o prefeito, se fez isto sem pensar na polêmica que poderia gerar, tenha  a maturidade de agir como um homem público que deve servir ao povo uma imagem de pessoa preparada para atuar em solo democrático. Tomara ele seja humilde...Tomara que  a coroa não suba mais à sua cabeça, enquanto homem do povo,  nem mesmo quando for carnaval!
Era o que eu tinha a dizer sobre a tensão democrática causada pelas alegorias e adereços do desfile de mau gosto do "El Rey" de Jacaraú !

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.