Página VI de O DIÁRIO DE UMA CANDIDATA POBRE

Página VI

Dos fatos às crendices populares

Olá, querido candidato lascado. O futuro aguarda por você, porém, você estará bem mais preparado que eu, pois,estou aqui prestando este imenso favor à sua campanha.
Meu amigo, quando você estiver enfiado em campanha eleitoral fique logo sabendo que um bicho chamado pesquisa tem sim tudo a ver. Não caia nessa de trabalhar no escuro. Se você não tem grana para encomendar a sua própria pesquisa, faça de tudo para que a sua coligação contrate uma empresa para realizar a coleta de dados sobre a opinião popular. Segundo o palestrante do evento ELEJA-SE qualquer candidato com 30% de rejeição está morto dentro de uma campanha eleitoral,logo,quem obtiver esta rejeição deve se manter de juízo bem preparado para uma decepção mais macia. O palestrante também falou que tal pesquisa pode ser realizada com apenas 3% da população, de preferência em ruas que tenham grande cotidiano, variedade de classes sociais, como por exemplo, na rua principal de uma cidade do interior e suas travessas.
Outro fato importante, querido candidato lascado, é que nos dois primeiros meses da campanha  você rodeie todos os lugares, apresentando a sua candidatura e consequentemente as suas propostas. No mês que antecede as eleições você deve intensificar a área onde é bem cotado, fortalecendo os laços candidato- eleitor com atenção, carisma e coleguismo. Eu não fiz isto, porque realmente não houve pesquisa por parte da minha coligação...E senti na pele o que é andar em círculos, sem saber nada sobre dados reais.
Lembrando da observação bem humorada de um eleitor, aconselho que não acredite em macumbas, pois, segundo a piada popular, se macumba resolvesse resultados na Bahia todos os times viveriam empatados. Ressalto aqui que não tenho nada contra os baianos ou suas religiosidades, apenas cito  uma  frase brincalhona.

AS CRENDICES DO INTERIOR NORDESTINO

Diferente dos dados reais ,apresentados pelas pesquisas ,você terá a oportunidade de ouvir dizer quem vai ganhar as eleições, porém, não é um ouvir dizer com funcionalidades exclusivas da capacidade de linguagem da raça humana. Há quem acredite que as simpatias falam. No nordeste é comum as simpatias de toda espécie. Pessoas cortam bananeiras, colocam  marcam nelas,  de acordo com os nomes dos candidatos que estão disputando as eleições. As pessoas que utilizam essa tradição, à qual chamam de “experiência com as bananeiras”, dizem que cada uma delas  apresentará um desenvolvimento diferenciado quanto ao aparecimento de um novo  broto, umas  serão mais rápidas em crescimento que outras. As mais rápidas representam as vitórias para seus respectivos candidatos identificados por suas bananeiras.
Aprendeu ? Aprendeu né? Mas não faça isto... Crer na força da natureza que se desenvolve pela pura vontade de Deus é muito distante do querer dos eleitores. Na urna não cresce brotos de bananeiras, o que tem que crescer lá na urna são os seus votos. Eu já vi tanta bananeira que brotou ligeiro mentindo que até já perdi as contas!
Há também quem faça simpatias com dentes de alho, marcando-os de acordo com os candidatos que concorrem às eleições. Os dentes que primeiro brotam significam vitórias dos seus respectivos representantes. Ah! Que coisa. Alho serve para temperar comida, não para materializar o extrato do futuro.
Quero deixar claro nesta página, meu amado candidato lascado, que você deve respeitar as crendices populares, pois, trata-se da cultura local, mas não deve cruzar os braços para a realidade. Faça um levantamento sobre a sua campanha, baseando-se em números. A única matemática ilusória pode estar na boca do eleitor que diz votar em você quando está diante de você. Isto não significa que o eleitor está iludindo você. Muitas vezes ele não quer deixar você sem graça, e diz por pura educação que votará em você. Para o pesquisador , o eleitor é mais sincero por se sentir à vontade diante de um “ estranho.”
FRASES DE ELEITOR QUANDO ELE QUER SER APENAS EDUCADO, MAS NÃO TEM A INTENÇÃO DE VOTAR
Pode deixar;( é incompleta)
Pode contar comigo; ( é como se perguntasse tá percebendo que estou iludindo você?)
Vou ver o que posso fazer; (incluindo nada )
Existem outros candidatos que também merecem o meu voto, mas vou pensar no seu caso; ( chamou você de coitado)
Aqui em casa tem muitos votos, vou separar um para você; ( ninguém comanda o voto de outra pessoa)
Estou pensando em votar em você; ( de agora até sempre irei pensar)
Já tenho compromisso com outro candidato, mas acho  que vou lhe ajudar;(compromisso é algo que eleitor não esquece)
Estou analisando os candidatos.(aquela famosa análise filha da puta de demorada que não extrai nem voto nem  mel) 
Posso até votar, se você me der uma “ajudinha” ( Nem pergunte o que é a ajudinha...Ela cresce para AJUDONA)
Eleitor que escuta o que você diz, sorri e não fala nada, pode crer:  não vota em você!
FRASES DE ELEITORES QUE REALMENTE VOTAM EM VOCÊ SEMPRE TÊM REFORÇO DE  OPINIÃO

Voto em você por este motivo.
Voto em você porque reconheço que o seu projeto é bom
Voto em você porque dei a minha palavra
Voto em você porque simpatizo com você
Voto em você porque gosto de você
Voto em você porque lembro que você (fez, é, conseguiu...)
Voto em você porque quero ver você fazer ( ele cita o assunto)

NOTA IMPORTANTE
Lembre-se que o eleitor que diz que não vai votar em você, por já ter escolhido outro candidato, não é um eleitor antipático, é um eleitor sincero e respeitador. Ele merece a sua educação, pois, tem o direito de votar em quem ele escolheu. Seja grato a este tipo sincero. Quem sabe em outra oportunidade ele possa estar reconhecendo os seus valores e ,certamente votando em você DECLARADISSIMO!

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.