ATITUDES PARA MULHERES QUE NÃO QUEREM MORRER DE AMOR

Toda mulher deveria ser pelo menos membro da ficticia gang  GEFAC ( Gang de extermínio das frustrações e dos amores não correspondidos). Membro até que realmente consiga ser líder da sua própria  gang interior. O estatuto da GEFAC é  o manual   QUEBROU A CARA COM ELE ? VÁ POR AQUI. 
Encontrar direção, depois de baixar as velas por um homem, é muito pior que descobrir onde cacete fica o  oriente em dia  chuvoso. É justamente nesta fase de olhos chorosos que toda mulher vira "Cristava Corrombo", pois, a terra fica redondinha demais para o nosso gosto. Nosso coração é um rombo só. Ah! E os  nossos passos, quando estamos apaixonadas, são quadrados. Sempre sobra uma pisada fora do globo e corremos o risco de nos tornamos RODÍCULAS, caso estejamos firmes na manutenção de um amor que não nos serve alegria.
 Dobrar a esquina que faz do cara amado o ex-amor é tão difícil... Eu sei. Eu sei que setentrional e meridional , na matéria perdidas e sem rumo, estão no topo da lista INFERNAL da mulherada, mas precisamos entender sobre  passos traçados, meninas, ou seremos sempre RODÍCULAS que caminham para o abismo?
Amor com amor se paga? Então, desprezo com desprezo se financia, queridas. Facinho assim!

MANDAMENTOS DA  GEFAC:

Não telefone para o cara
Não  passe torpedo para o Mané
Não entre nas páginas dele
Não pergunte nada sobre ele
Não olhe fotografias dele
Não releia nada que ele escreveu para você
Não insista como um cachorrinho abandonado
Não pesquise nada sobre a nova gata dele 
 Não busque nenhuma  ajuda dele
Não bajule o palhaço!
Parágrafo único : Amarás outro homem mesmo que ele seja outro Mané!




Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.