SUPOSTA AMANTE DO CORONEL UBIRATAN NÃO DEVE DEPOR NO JULGAMENTO DE CARLA CEPOLLINA

Suposta amante do coronel Ubiratan Guimarães na época em que ele foi morto com um tiro no abdômen (em 2006), a policial federal Renata Azevedo Madi não deve depor no julgamento de Carla Cepollina, acusada de matar o homem conhecido por comandar o massacre do Carandiru.
Madi mora atualmente em Brasília (DF) e não é obrigada a comparecer ao julgamento justamente por ele ocorrer numa comarca diferente da de sua residência.
Marcado para começar às 13h de ontem, segunda-feira (5), o julgamento não havia iniciado até as 15h. No horário, o juiz do caso, Bruno Ronchetti de Castro, analisava pedidos da Promotoria e da defesa de Cepollina. Não está descartada a possibilidade de o julgamento ser adiado, embora a mãe de Cepollina, que também é sua advogada, Liliana Prinzivalli, ter afirmado que não tentaria remarcar o júri para uma nova data.
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.