PREFEITA DE SERTÃOZINHO INICIA MANDATO COM SECRETARIADO DE BASE SUPER ESTRATÉGICA


Amados e Amadas,


Estou mais sumida que talo de macaxeira,tanto do blog quanto do trabalho. Depois que a minha mãe está acamada a minha vida virou de ponta a cabeça. Voltei a cozinhar em três turnos : manhã tarde e noite. Lavar, passar, carregar baldes de água (Belém não tem mais  barragem com água...Que triste!) e tudo isto somado aos cuidados que Dona Zizinha precisa nas horas certinhas : medicação, curativos e alimentação balanceada. Pois é, satisfação prestada aos amados leitores e leitoras,então vamos conduzir o tema principal que me trouxe até aqui: o secretariado anunciado por Márcia Mousinho, conforme conferi no Blog de Alexandre:


Vou começar de baixo pra cima, indo logo ao ponto que , neste momento, mais me interessa: Para nossa alegria, graças a Deus, a saúde continua com gente de casa. O que rolou de comentários que vinha gente ruim comandar essa pasta não estava no gibi. Apesar de ter saído um colega que já faz parte da saúde do município e entrado outro( Gilvando Marinho), creio que a troca não foi por falta de mérito de Francisco Canidé, mas por equilibrio político: Uma família ser detentora de duas secretarias levaria a prefeita a um começo de gestão inicialmente criticada como ação de protecionismo exagerado. Na continuação de Isabel como secretária da educação, a prefeita desfez os boatos que corriam na cidade sobre Mônica Mousinho ser a escolhida  para esta pasta.
A novidade maior não foi Fábio. Sinceramente eu e muitas pessoas já esperavámos por isto, e vê-lo como chefe de gabinete não é tão gritante quanto ter um ex-prefeito se transformando em servidor comissionado. Ficou sim mais sereno, mais confortável para a sistematização de uma administração que quer se mover com cara de independente e com modernização
 Na minha opinião a novidade forte vem com Valdir Cruz. Esta escolha sinaliza, escrevam isto aí, se já não tão cedo, mas futuramente uma via placentária dos filhos de Dona Diu,  que a meu ver vai puxar o DNA familiar.Qualquer inteligente saca que  os ventos uivantes gritam o eco do nome de  Valllllllterrrrrrrrr, nosso amigo do PSD. Então, a estratégia de desmanche está sendo marcada na quina da sinuca : A prefeita parece que não vai esperar para reunir gente às vésperas de eleição...Entrou com gosto de soma!(?)
A mais sábia das indicações? Foi a continuação de Zé Mauricio,  por arrematar algo que muitos não esperavam. Pensava-se que o homem teria sido puxado para a pasta da agricultura somente para o equilibrio do grupo  quando houve a escolha de Genilza como  vice-prefeita. Ninguém ousava desagradar Zé Mauricio, evitando o famoso racha impactante.  Esta continuação de Zé Mauricio fortalece sem dúvida alguma a administração que se inciará no próximo dia 1º. Há uma inteligência profunda nisto : Manter a palavra, não jogar a influência dele fora depois que esta interferiu positivamente no resultado das eleições. A força desta indicação mantém mediação direta entre prefeitura e sindicato rural, além de ,com certeza absoluta, fazer as pessoas do campo se sentirem bem melhor representadas.
Glória como tesoureira já se esperava e Lucila nas finanças também. Duas pastas importantes e que ninguém quer correr o risco de errar na escolha , se estão ocupadas por pessoas de confiança não foi novidade não terem sido mexidas. As meninas deram conta do recado e continuarão em seus lugares.
Mauricio e Lúcia representam a família Ribeiro, o filho na Administração e a mãe na Ação Social. Duas indicações que não surpreenderam, pois, eles já faziam parte do quadro. Como parentes do homem que será sucedido estas indicações não são apenas afetuosas e de gratidão, mas são a prova que Ribeiro e Mousinho se manterão unidos e amigos.
Ah! Não tenho mesmo coragem de iludir os meus leitores e leitoras. Eu vou escrever o que? Que está tudo errado? Errado seria pensar o contrário:  
Tengo telengo tengo, maninha ,é de carrapicho nunca que ela jogaria Raminho na lata do lixo !
Era o que eu tinha como notícia comentada. Não vivo para escrever, eu escrevo para  viver !
Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.