SUCESSO DE AMOR AO PRÓXIMO EM SERTÃOZINHO

-Hoje você tá que tá!
 Foi o que eu ouvi do mototaxista que levou-me ao Sítio Canafistula. Ele falou isto porque eu estava brincando com os braços erguidos, sentindo uma ventania super gostosa, e cantando durante toda a viagem.
-Estou mesmo. Fico feliz quando faço o que gosto.Quando crio coragem de me meter em balacobaco novo e bondoso.Ah! O banheiro de Das Neves vai sair Uhuuuuuuuuuuuuuuuuu!
O dia começou bem pra caramba. Deu uma pirueta assim na minha cabeça, dessas que surgem do mais do nada  e, antes de ir para o meu biombo rural, meu coração deu aquele toque de VAI VAI VAI ,aí não resisti e  fui lá na rádio Imaculada. Dai que tal e coisa e coisa e tal, papo vai e papo vem com os locutores, consegui que eles se interessassem por inciar a campanha do  banheiro da melhor aluna do município de Sertãozinho. Isto merece ou não merece a pessoa cantar de feliz?
  Vai dar super certo. As meninas do trabalho já abriram o coração, já elegemos até uma tesoureira lá do trabalho para ela  ir juntando as doações da galera da secretaria da saúde. Não posso falar o nome dela não. Ela não gosta da midia...Afff! Para ela entregar o cargo de tesoureira,  basta eu dar um nadinha assim de divulgação do nome dela ó! Tou nem doida de perder uma organizada daquela.
Ah! Precisamos que se levantem amigos da secretaria da Administração e outros da Secretaria da Educação, para arrecadarem as doações das pessoas das suas secretarias. Quanto mais pessoas unidas, mais rápido conseguiremos erguer o banheiro.
 Estamos pensando em fazer o orçamento e depois uma lista do material. Daí vamos colar em alguma(s) loja(s) de material de construção, depois de uma pesquisa de preços, sabe? Onde o material tiver mais barato a gente cola a lista.
Daí o pessoal vai poder ver o que pode comprar. Quem puder comprar uma torneira, um chuveiro, uma pia, uma tampa de vaso, uma caixa de descarga, qualquer objeto da lista, é só pagar e  deixar na própria loja , porque  depois a gente passa pegando o material. Ah! Meu Deus como isto vai ser emocionante!
Quem fez alguma construção e sobrou algum material é só nos comunicar. Deixa o recado na rádio Imaculada e deixa o endereço onde está o material. Pode ser tijolos, areia,canos de 100mm , canos de 20mm, telhas, caibros, linhas, chuveiro, joelhos,ralo...Eu tenho coragem de ir buscar qualquer material. Os pesados eu arranjo um carrinho de mão e vou buscar sim.
O materiais mais caro eu acho que   serão os tijolos, as telhas ,a brita e o ferro ( temos que fazer a tampa da fossa e só se faz legal se colocarmos  ferro e brita, né? Porque só de cimento e areia não tem tampa que  aguente o rojão não ). Esse material mais caro nós vamos dividir para quatro ,cinco , seis, sete, oito amigos. Mas vamos conseguir comprar.
 Já tenho a pessoa que vai cavar a fossa. Ah! Como eu estava preocupada com esse buraco. Olhava para o chão e via tão duro e tão seco, mas o super cavador nós já temos. Arrumei Dadá . Oxent! Aquele tal de Dadá não é tatu , mas  fura um chão que nem coça o olho... da cara!
Aham! Vai dar tudo certo!
Só hoje consegui  oito doadores . Uhuuuuuuuuu! Já ganhamos até cimento, gente.  Meu Deus, como eu te amo!
Sabia que pedir para os outros é tão bom quanto comer algodão doce? E sabia que doar para quem precisa é como se você ficasse de frente para o trono de Deus?
Eu espero que esta campanha passe pelo coração de todos com o sentimento de pertencimento. Sem besteira de política, sem arenga alguma, gente. Pelo amor de Deus, não vamos misturar as coisas né?
Este assunto é causa nossa, porque é por amor, é para quem precisa, é para quem Deus escolheu que deve fazer o bem sem olhar a quem.
Se você não pode ajudar não fique triste. Um dia você vai poder fazer muito mais por outras pessoas.


Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.