VOCÊ PODE SE CONHECER COM O TRIAGEM DAS TRÊS COISAS


 Conheces a ti mesmo? Se ainda não, divirta-se com a minha tentativa de raio x

 Três coisas me deixam  calma: a Bíblia, ver os meus filhos em casa e a chuva;

 Três coisas me deixam muito doida: objeto perdido( eu procuro até a casa ficar o cão de tão revirada), ser tratada aos gritos e juntar  papéis para a  burocracia;

 Três coisas  atiçam as  minhas reações mais difíceis de conter: pilhéria, injustiça e ameaça;



                                 Três coisas me fazem muito bem: diálogo, solidariedade e orar;

 Três coisas alavancam minha antipatia: gente pabulosa, mulher lascada que só quer ser Cleópatra e música que eu não gosto,mas que sou "obrigada" a ouvir, porque quem gosta coloca a triste num tremendo volume;


Três coisas que me fazem  sair do ambiente: gente que, ao invés de beber,  "aspira" café  ou qualquer líquido , vendedor estilo sombra e discussão de casal;

Três coisas  que me tiram a paciência : toque nas minhas canelas, trote  e tentativa de  conseguir algo comigo na base da pressão;


Três coisas que sou capaz de perdoar por amor: traição da pessoa amada, desobediência dos filhos e estresse dos amigos;

Três coisas que ainda não consigo perdoar: mentiras que ferraram o sossego  de alguém que amo, roubos e  trapaças;

Três coisas essenciais que deveriam estar na minha bolsa, mas que eu sempre  perco : caneta, óculos e sombrinha;

                      Três coisas que  eu não choraria se sumissem do mundo : soutien, tornozeleira e celular;

Três tipos que considero reis e rainhas da falta de noção: gente que não se toca em relação às suas próprias catingas, gente que acorda um miserável cansado para perguntar algo banal e gente que vive empurrando as suas responsabilidades para cima dos outros;
Três gostos insubstituíveis: Filosofia, Fluminense  e filmes;

Três dons que eu não tenho, mas adoraria ter : falar a língua inglesa, costurar e calar a boca na hora certinha;

Três profissões que eu acho feras demais: perito criminal, intérprete de línguas e neurologista ;

Três coisas que eu não como: ferro, feno e fezes rs rs faz um tempinho que estou brincando com o f...e, ao mesmo tempo, falando sério.

E você? Será que  se autoconhece? Sabe porque eu escrevi tudo isso? Porque ontem eu percebi de uma vez por todas que determinadas pessoas perdem um tempão,  todos os dias,  falando mal de muitas pessoas com as quais convivem em casa, no trabalho, na escola. Perdem tempo porque nunca têm um elogio, nunca têm conversas francas, nunca despejam bons incentivos...Então, pensei comigo: Poxa, será que essas pessoas encontram tempo para conhecerem mais sobre suas próprias personalidades? Será que não se tocam que  a vida está passando e se tornam cada dia mais anônimas para si mesmas? É horrível conviver com pessoas assim, sabe? Pessoas que até quando damos o nosso melhor ainda procuram, no fel do  vício maligno, a satisfação demoníaca de empurrar pessoas para baixo. É...É a vida, mas enquanto houver vida também haverá chances de que pessoas assim se tornem pelo menos conhecedoras dos seus próprios defeitos.






Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

2 comentários:

  1. Que enquete mais legal, minha amiga blogueira! Adorei... Vou copiar, se me permitires, e colocar em meu blog!!!

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário.