UM GRANDE SEGREDO DE AMOR


A melhor sensação que você pode sentir é que nada está errado, por isto, deixe a tristeza de lado, aceite que a escrita de Deus acontece a cada fração de segundo, quer você queira ou não. Tudo está acontecendo, porque caminha sobre o que já estava escrito antes de você ser formado(a) como criatura.  Não existem amores perdidos, não existem amores que não deram certo. Tudo aconteceu até onde deveria ter acontecido, e deu certo até aquele instante ,e pode chegar até onde suas esperanças  levarem você, por que se você tem esperanças é por que elas também já estavam escritas nas páginas da sua vida. E aí mora o mistério: Eu creio que as suas esperanças são a borracha que Deus usa para reescrever a sua história.
 A poesia na imagem foi escrita para alguém que amo para sempre, mas se você entender que serve para você, por favor , não se acanhe...Faça bom uso dela. Cair do abismo pode ser um recomeço: as folhas, as águas, a neve e os braços de alguém podem sim salvar  você daquele momento em que você pensou " vai ser a minha queda, o meu pior final". Medo de amar é bobagem. Sinta medo de perder a vontade de amar, porque você teria apenas o corpo de gente, mas não teria vida de gente.
Uma linda sexta-feira para todos e todas. Especialmente para você, querido moço 19 de maio...Eu creio que deu tudo certo, e  não luto com esperanças para reescrever a nossa história. É que as minhas esperanças foram escritas de outra maneira, desde que nasci, reforçadas pelo abraço do moço 8 de março... Não me entenda mal...Eu sempre vou seguir o caminho do meu amor, só que muitas vezes os momentos de solidão elegem pessoas bonitas e interessantes (você é uma delas), como se fossem asas que me socorrem no abismo.


Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.