VERGONHA TOTAL: ESCOLA DE EXTREMA POBREZA

Meus Amores e Minhas Amoras,
Estamos aqui entre as tendas do nosso querido Blog Olho de Mulher para divulgar imagens que o Brasil tem que ver. As imagens não são de uma escola de Belém-PB, mas merecem a nossa atenção, porque somos brasileiros, amados irmãos brasileiros do povo do Maranhão. E para quem acha que não temos nada a ver com a educação do nosso município, estamos aqui para mostrar que TODOS nós belenenses também temos muito a ver com a educação do país inteiro.

A escola chocante pertence ao povoado de Bom Sossego (Vila Portuguesa) em Itinga, no Maranhão. Segundo a postagem no Facebook do professor de Matemática, Zelacy Souza, essa escola oferta ensino multisseriado a 19 alunos do turno matutino. A professora recebe R$450,00. Ela se mostra sempre sorridente e,orgulhosamente, apresenta a biblioteca da escola. Pela redação de Zelacy percebe-se que a professora tem em seu espírito a certeza de que os livros são varas que cooperam com os saltos para o futuro. 

A escola não possui um banheiro.O que existe é um cercadinho de madeira que não é preparado para receber fezes. Nele se faz xixi. Na hora de defecar, a professora diz sorrindo, conformada com a realidade,  que os alunos correm para o mato. 
Que Brasil é este, meus amores? Que Brasil tão desigual é este, minhas amoras?
Esta escola é uma vergonha para o Ministério da Educação ou não é? É isto que fica na nossa cabeça. É isto o que mais nos machuca: DESIGUALDADE!



Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.