EDGARD TRANSFERE PROFESSORA PARA NÃO PERDER ALIADOS?

Meus amores e minhas amoras, 
Saudade de vocês, muita saudade. Eu estava longe do bloguinho, com essa mania vip de ser colunista da Revista Expresso e essa mania caseira de ser batedora de papo no Facebook, mas hoje eis-me aqui, no meu suporte mais íntimo,  para colocar uma opinião sobre o assunto mais recente, de todos os polêmicos, que rola na praça pública de Belém.
Segundo um dos meus  olheiros tridimensionais, uma professora virou a bola da vez, na sinuca em que o prefeito Edgard Gama tenta manter a bola branca rolando no tecido verde, sem cometer suicídio.
O assunto é um insulto ao poder discricionário ,pois, levar o prefeito ao ultimato "ou ela é transferida da escola onde atua ( HÁ 17 ANOS)  ou nós saímos do seu grupo" não tem outra característica, senão a de  AMEAÇA SUBURBANA, ameaça que tira do prefeito de Belém o brilho das decisões em relação aos atos administrativos gerados pela legalidade e, claro, pelas prerrogativas que ao seu cargo são coerentes. Embora todo endereço de  Belém seja apontado como CENTRO  e muitos apês sejam habitados por gente que detém status de CLASSE MÉDIA,  a política da mesquinharia, da perseguição, da chantagem e, porque não dizer, da BAIXARIA chuvisca grude e pobreza de espírito  nos vincos dos ternos e nos decotes dos  tubinhos à La Chanel.
Quero dizer ao senhor prefeito constitucional de Belém que deixe de ser levado por este tipo de ameaça. A preço de dois empregos e uma secretaria algumas famílias de Belém se aliariam ao prefeito. Certamente seriam pessoas gratas, sem muitos fricotes, sem muito histórico de pula daqui pra lá, sem muito corte pelas costas.O prefeito é quem está dando o conforto e ele quem é ameaçado? Ora , ora, ora...Tome posse do seu poder, Edgard! É nesta hora que você tem que mostrar quem é o prefeito.
A professora confirmou que realmente foi transferida. Também confirmou a este blog que a mesma história que eu soube, sobre uma reunião familiar que pediu a sua cabeça , chegou aos seus ouvidos. Decepcionada sim, mas fora de si jamais, foi o que ela me disse...Toda elegante. Então, para ela, eu deixo a frase de Coco Chanel. A política da baixaria que não nos atinja, assim sendo, brindemos com batidinhas de quadris, menina!

Postar no Google Plus

About Edilene Amaral

Edilene Ziza do Amaral,carioca doada para o estado da paraíba,filha de Dona Maria Ziza e Sr. José Amaral, mãe dos príncipes Sergio e Levi.Servidora pública do municipio de Sertãozinho-PB,Técnica de Enfermagem da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, leitora sempre curiosa, automaticamente uma escritora viciada.Sindicalista, filiada ao PMDB, eleitora enjoada e exigente, sem preferência e sem doença por candidatos malas. Não comprada por corruptos Quando escrevo poesias costumo assinar como como Domitila Belém.

0 comentários:

Postar um comentário

Faça o seu comentário.